Liga Europa

Resumão da Liga Europa: Lyon é o único 100%, e Leverkusen goleia o Betis

Confira tudo que rolou na quarta rodada da fase de grupos da Liga Europa

Se quatro clubes ainda têm 100% de aproveitamento na fase de grupos da Champions League, na Liga Europa sobrou apenas o Lyon. Venceu o Sparta Praga por 3 a 0 nesta quinta-feira e garantiu a passagem direta às oitavas de final. Nas outras chaves, destaque para a goleada do Bayer Leverkusen sobre o Betis, que permitiu aos alemães abrirem vantagem na liderança, e para a boa vitória do Napoli. Depois de um começo oscilante, os italianos também estão em primeiro.

Grupo A

O Lyon é o único participante da Liga Europa que chegou ao fim da quarta rodada ainda com 100% de aproveitamento. Graças a uma vitória por 3 a 0 sobre o Sparta Praga, com dois gols de Islam Slimani. O atacante argelino recebeu de Raman Cherki nas costas da defesa, driblou o goleiro e tocou ao gol vazio para abrir o placar aos 16 minutos do segundo tempo. Pouco depois, subiu para cabecear o segundo gol dos franceses. Toko Ekambi fechou o placar, após boa jogada do garoto Bradley Barcola pela direita. O Lyon está garantido em primeiro lugar – direto às oitavas de final – e deixa os outros três integrantes do grupo brigando por lugar na repescagem com as equipes da Champions League. Empatados em quatro pontos estão o Sparta Praga e o Rangers, que ficou apenas no 1 a 1 com o Brondby, fora de casa. Os dinamarqueses abriram o placar com gol contra de Leon Balogun. Ianis Hagi empatou com um chute cruzado.

Grupo B

Praticamente tudo como estava antes desta quinta-feira. Com uma rodada a menos. Os dois jogos de grupo terminaram empatados. Monaco e PSV sequer chegaram a mexer no placar. A Real Sociedad bateu 30 vezes para o gol, mas não conseguiu sair do empate por 1 a 1 com o Sturm Graz. Os austríacos abriram o placar com Jakob Jantscher completando um ataque rápido na pequena área. Alexander Sorloth empatou emendando um desvio de Zubeldía em cobrança de escanteio. Os franceses lideram com oito pontos, dois a mais do que os espanhóis. O PSV tem cinco. O Sturm Graz, um.

Grupo C

Após somar apenas um ponto nas duas primeiras rodadas, o Napoli emendou vitórias em sequência para assumir a liderança do grupo. A desta quinta-feira foi contra o Legia Varsóvia, por 4 a 1, de virada. Mahir Emreli completou a boa jogada de Mladenovic pela esquerda para abrir o placar, mas dois pênaltis cometidos pelo meia português Josué deram a Piotr Zielinski e Dries Mertens a chance de colocar os italianos à frente. O belga inclusive cobrou com cavadinha. Lozano ampliou, e Adam Ounas fechou o placar com chave de ouro com um bonito gol. O Leicester também poderia ter chegado a sete pontos, mas ficou no empate por 1 a 1 com o Spartak Moscou. Victor Moses abriu o placar aos russos com um desvio de cabeça. Daniel Amartey empatou em escanteio. As Raposas ainda tiveram um pênalti a seu favor, batido por Jamie Vardy, mas defendido pelas pernas do goleiro Aleksandr Selikhov.

Grupo D

Mert Hakan Yandas abriu o placar para o Fenerbahçe com um chute colocado de fora da área, Max Meyer ampliou, após receber toque de calcanhar de Mergim Berisha, que fechou a primeira vitória dos turcos na fase de grupos da Liga Europa, por 3 a 0 sobre o Royal Antwerp, com um maravilhoso voleio. A liderança ainda é do Eintracht Frankfurt, que conseguiu bater o Olympiacos, fora de casa, por 2 a 1. E de virada. E com emoção. Henry Onyekuru disparou pela ponta esquerda e tocou para Youssef El Arabi chegar batendo. Daichi Kamada empatou, cinco minutos depois, e o garoto Jens Hauge arrancou a vitória completando um contra-ataque nos acréscimos. O Frankfurt tem quatro pontos de vantagem para os gregos, em segundo lugar. O Fenerbahçe aparece em terceiro, com cinco.

Grupo E

Ciro Immobile se tornou o maior artilheiro da história da Lazio, com 160 gols, ao virar o jogo para a Lazio no começo do segundo tempo do empate por 2 a 2 com o Olympique Marseille. Milik havia aberto o placar aos franceses, mas Felipe Anderson empatara pegando uma sobra dentro da área. Dimitri Payet arrancou o pontinho que deixa o Marseille com quatro, em terceiro lugar, um abaixo dos italianos. O líder, com oito, é o Galatasaray, que perdeu a chance de abrir uma boa dianteira ao empatar com o Lokomotiv Moscou por 1 a 1. Feghouli fez um bonito gol a minutos do intervalo, batendo colocado da entrada da área, mas François Kamano respondeu completando da pequena área após a bola passar por todo mundo.

Grupo F

O Estrela Vermelha teve um jogador expulso aos 12 minutos, outro nos instantes finais da partida e perdeu do Midtjylland com um gol contra. É o que a gente chama de um dia bem complicado. Foi uma cobrança de falta que iria na direção do goleiro, mas acabou desviada de cabeça Guélor Kanga, aos 11 do segundo tempo. O Braga aproveitou para assumir a liderança, com dois pontos de vantagem aos sérvios, ao vencer o Ludogorets, por 4 a 2. Al Musrati contou com a mão mole do goleiro Kristijan Kahlina para abrir o placar com uma bomba de fora da área. Pieros Sotiriou empatou com um toque na saída de Matheus, mas os portugueses abriram 4 a 1, com um bonito gol coletivo de Iuri Medeiros, além de tentos de Galeno e Mario González. Igor Plastun descontou no fim.

Grupo G

O Bayer Leverkusen se isolou na liderança com uma goleada por 4 a 0 sobre o Betis na Bay Arena. Moussa Diaby fez o primeiro, com um chute firme ao fim de um contra-ataque, e depois ampliou contando com um desvio da defesa espanhola. Os outros dois gols saíram no fim. Florian Wirtz fez o terceiro, aos 41 minutos do segundo tempo, completando o belo passe de Diaby, e Nadiem Amiri fechou o placar. Tudo em rápidos contra-ataques alemães. Nabil Fekir e Kerem Demirbay foram expulsos nos instantes finais por um desentendimento caloroso na linha lateral. O Celtic aproveitou para voltar à briga. Está em terceiro lugar com seis pontos, um atrás do Betis, a quatro do Leverkusen. Ganhou do Ferencváros por 3 a 2. Kyogo Furuhashi teve muita tranquilidade para dar um drible na marcação antes de abrir o placar, aos três minutos. Os húngaros responderam com Oleksandr Zubkov, mas Jota e Liel Abada fizeram 3 a 1. Myrto Uzuni descontou.

Grupo H

O West Ham perdeu o seu 100% de aproveitamento ao levar o empate por 2 a 2 do Genk, nos minutos finais, com um gol contra de Tomas Soucek. Antes, havia conseguido virar, após Joseph Paintsil abrir o placar, aos quatro minutos. Saïd Behrame fez os dois gols dos ingleses. O segundo, aos 36 minutos do segundo tempo, saiu com uma ótima jogada individual pela ponta esquerda. O Dínamo Zagreb se colocou em segundo lugar, a quatro pontos dos Hammers, ao bater o Rapid Viena por 3 a 1. Os austríacos chegaram a fazer 1 a 0 com um toque elegante de Christoph Knasmüllner na saída de Dominik Livakovic, mas Bruno Petkovic, de cabeça, e Komnen Andric viraram ainda no primeiro tempo. Josip Sutalo garantiu os três pontos depois do intervalo. O Genk está em terceiro, a dois pontos dos croatas. O Rapid Viena, em último, também está na briga.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo