Liga Europa

De renegado a decisivo, Mkhitaryan coroou sua volta por cima com belo gol na final

Mkhitaryan foi uma das principais contratações do Manchester United para esta temporada. Em renome, atrás apenas de Pogba e Ibrahimovic. O armênio demorou para ganhar a confiança de José Mourinho e se tornar um dos titulares da equipe. Problemas físicos atrapalharam sua adaptação ao veloz e intenso futebol inglês. Mas Mkhitaryan conseguiu superá-los e foi decisivo na campanha que levou os Red Devils ao título da Liga Europa, com direito a um belo gol na final contra o Ajax, vencida por 2 a 0, em Estocolmo.

LEIA MAIS: Elenco e experiência pesam para Man United superar Ajax e conquistar Liga Europa

O reforço que veio do Borussia Dortmund por € 42 milhões sofreu uma lesão muscular no começo da temporada e nem ficou no banco de reservas por aproximadamente um mês para recuperar a forma física. Seu primeiro gol vestido de vermelhou saiu apenas em dezembro, no 11º jogo, o quinto como titular, contra o Zorya, na fase de grupos da Liga Europa. Até houve especulações de que poderia retornar ao clube alemão na janela de janeiro.

O ponto de inflexão para Mkhitaryan foi justamente de dezembro. Até ele, o meia-atacante havia jogado apenas 331 minutos em nove partidas ao longo de quatro meses, média de 83 minutos a cada 30 dias, menos que um jogo completo. A partir do último mês do ano, disputou 2214 minutos em 32 duelos no decorrer de seis meses, média muito superior de 369 minutos por mês. Mais de quatro jogos completos.

Foi também nesse período que apareceu sua contribuição direta com os placares do Manchester United: dez gols e cinco assistências, incluindo, por licença poética, os dois passes para gol contra o West Ham, pela Copa da Liga Inglesa, no último dia de novembro. E a competição em que Mkhitaryam mais brilhou foi justamente a Liga Europa: marcou na primeira fase preliminar, contra o Saint-Étienne, nas oitavas, diante do Rostov, nas quartas de final, no duelo com o Anderlecht, e na decisão contra o Ajax.

E foi um belo gol: no começo do segundo tempo, um escanteio foi cobrado na área, Smalling desviou, e Mkhitaryan, de costas para o gol, conseguiu empurrar a bola para o gol com um lance meio acrobático, em homenagem a Ibrahimovic, com suas muletas na lateral do gramado. Aumentou a vantagem do Manchester United no momento em que o Ajax imaginava fazer uma pressão para tentar empatar e voltar para a final.

No fim, Mkhitaryan terminou sua primeira temporada no Manchester United com 41 jogos, 29 como titular, e ganhou o seu espaço na reta final. Além disso, foi decisivo no principal título dos ingleses. Bons presságios para os próximos campeonatos, inclusive a Champions League, quando Mourinho e os Red Devils prometem uma equipe ainda melhor e mais reforçada.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo