Liga das Nações

Um resumão dos muitos jogos decisivos que a Liga das Nações terá nesta rodada final

A Liga das Nações 2020/21 chega aos seus momentos de definição. Entre terça e quarta, acontecerão as partidas que concluirão os 14 grupos da competição. De momento, apenas a França tem sua vida definida como campeã de chave, garantida no Final Four marcado para outubro de 2021. De quebra, os Bleus ainda tiraram a chance de bicampeonato de Portugal, vencedor da edição inaugural do torneio da Uefa.

[foo_related_posts]

Ainda não há local definido ao Final Four da Liga das Nações. Certo é que o dono da casa será o classificado do Grupo A1. Conforme o regulamento, um dos quatro finalistas serve como sede. Os únicos que manifestaram interesse foram Itália, Holanda / Países Baixos e Polônia, exatamente os concorrentes pela liderança do A1. O modelo será o mesmo da edição inaugural, com semifinais e final em partidas únicas.

No mais, a Liga das Nações 2020/21 integra o sistema de repescagem das Eliminatórias para a Copa de 2022. Todos os campeões de grupos na Liga das Nações poderão ser resgatados à repescagem do Mundial. Nas Eliminatórias, os dez primeiros colocados de cada grupo conquistam a vaga direta, enquanto os dez vice-líderes vão automaticamente à repescagem. Dois times que venceram seu grupo na Liga das Nações 2020/21, mas não terminaram entre os dois primeiros nas Eliminatórias, terão uma segunda chance na repescagem. A oportunidade deverá cair especialmente no colo das equipes das Ligas B e C, caso não se saiam bem no qualificatório.

Abaixo, um breve resumo dos grupos, com a tabela antes da rodada final.

Liga A

Grupo A1 (jogos quarta): O grupo mais aberto da primeira divisão tem três postulantes à semifinal do torneio – Itália, Holanda / Países Baixos e Polônia. Os italianos aparecem em ótimas condições, com a liderança e pegando a já rebaixada Bósnia fora de casa. Caso a Azzurra tropece, o caminho se abre a poloneses e holandeses, que se enfrentam em Chorzów. Um empate ainda vale aos italianos, desde que a Oranje não vença.

Classificação fornecida por

Grupo A2 (jogos quarta): A Bélgica derrotou a Inglaterra no final de semana e eliminou seus principais concorrentes. Os belgas lideram a chave e só precisam de um empate contra a Dinamarca, em Leuven, na rodada final. Se vencerem, os dinamarqueses avançam. Os ingleses cumprem tabela contra a rebaixada Islândia.

Classificação fornecida por

Grupo A3 (jogos terça): A primeira seleção classificada às semifinais é a França. Os Bleus derrotaram Portugal em Lisboa, gol de N'Golo Kanté, e adiantaram seu serviço. A briga na chave é contra o rebaixamento, com Croácia e Suécia somando três pontos, mas vantagem no confronto direto aos balcânicos. Enquanto os croatas recebem Portugal, os suecos visitam a França.

Classificação fornecida por

Grupo A4 (jogos terça): A sorte se abriu à Alemanha no final de semana. O Nationalelf venceu a Ucrânia por 3 a 1, enquanto a Espanha só empatou com a Suíça por 1 a 1. Assim, um empate aos germânicos basta na rodada final, visitando os espanhóis em Sevilha. Já Suíça e Ucrânia jogam contra o descenso em Luzerna. Os suíços dependem do triunfo por 1 a 0, 2 a 1 ou por dois gols de diferença para evitar o rebaixamento, depois da derrota por 2 a 1 no primeiro turno contra os ucranianos.

Classificação fornecida por

Liga B

Grupo B1 (jogos quarta): A Áustria está a um empate de subir. Foi beneficiada pelo W.O. da Noruega contra a Romênia, a ser confirmado pela Uefa. O governo norueguês não permitiu que o elenco deixasse o país rumo a Bucareste, após um caso positivo de coronavírus. Na próxima rodada, os nórdicos deverão atuar com a equipe sub-21 em Viena. Só a vitória dá o acesso aos noruegueses. Na parte inferior, a Irlanda do Norte será rebaixada se a vitória no jogo cancelado for confirmada aos romenos. Caso isso não aconteça, um empate em Belfast salva a Romênia.

Classificação fornecida por

Grupo B2 (jogos quarta): A Escócia também pode subir de divisão na Liga das Nações. Para tanto, uma vitória garante sua vida na visita a Israel. Um ponto atrás, a República Tcheca é quem ameaça e recebe a Eslováquia. Israelenses e eslovacos são concorrentes contra o rebaixamento, com os asiáticos um ponto à frente.

Classificação fornecida por

Grupo B3 (jogos quarta): Cenário aberto com três candidatos. Rússia e Hungria somam oito pontos, com vantagem aos russos no confronto direito. A Turquia corre por fora, embora ainda sofra o risco de salvar a Sérvia do rebaixamento. Na rodada final, os húngaros recebem os turcos, enquanto os russos visitam os sérvios. Uma vitória basta à Rússia para não depender de ninguém. Se empatar, o outro jogo não pode ter vencedor.

Classificação fornecida por

Grupo B4 (jogos quarta): Gales e Finlândia sobram na chave e fazem o confronto direto pela vaga, em Cardiff. Os galeses têm a vantagem do empate. Já na rabeira da tabela, Irlanda e Bulgária se enfrentam contra o rebaixamento em Dublin. A vantagem do empate é dos irlandeses.

Classificação fornecida por

Liga C

Grupo C1 (jogos terça): A briga particular pelo acesso é entre Montenegro e Luxemburgo, com a vantagem de um ponto aos balcânicos. Os montenegrinos recebem o Chipre, enquanto Luxemburgo pega em casa o Azerbaijão. Azeris e cipriotas são rivais diretos contra o rebaixamento. Na Liga C, o pior time de cada grupo ainda tem chance de sobreviver, com playoffs nos quais os dois vencedores se safarão.

Classificação fornecida por

Grupo C2 (jogos quarta): Confronto direto entre a líder Macedônia do Norte e a vice-líder Armênia. Um empate em Nicósia (campo neutro previamente marcado, por conta dos conflitos ocorridos entre armênios e azeris) classifica os macedônios. A Geórgia não pode avançar, mas não corre mais riscos, com a Estônia confirmada por antecipação nos playoffs contra o rebaixamento.

Classificação fornecida por

Grupo C3 (jogos quarta): Grécia e Eslovênia disputam a principal partida da divisão, em Atenas. Os gregos dependem da vitória para conquistar o acesso. Paralelamente, Kosovo e Moldávia jogam contra a queda em Pristina, com os kosovares precisando do empate para fugir dos playoffs.

Classificação fornecida por

Grupo C4 (jogos quarta): Belarus lidera com 10 pontos, dois a mais que a Albânia. Um empate em Tirana dá o acesso aos bielorrussos. Já na rabeira, Cazaquistão e Lituânia se encaram contra o descenso em Almaty, com os cazaques dependendo do triunfo para evitar os playoffs.

Classificação fornecida por

Liga D

Grupo D1 (jogos terça): Malta e Ilhas Faroe fazem o grande jogo do futebol alternativo nesta semana. Os malteses jogam em Ta' Qali, mas dependem da vitória para o acesso. O triunfo por dois gols de diferença classifica a equipe, assim como os placares de 1 a 0 ou 2 a 1. A ida em Tórshavn teve um emocionante triunfo dos faroeses por 3 a 2. Letônia e Andorra não têm mais chances.

Classificação fornecida por

Grupo D2 (jogos terça): Gibraltar está perto do milagre do acesso, com sete pontos. Para subir, precisa segurar o empate contra Liechtenstein no Estádio Victoria. O principado depende de uma vitória simples. San Marino está eliminado.

Classificação fornecida por
Foto de Leandro Stein

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreveu na Trivela de abril de 2010 a novembro de 2023.
Botão Voltar ao topo