Liga das Nações

Andorra conquistou sua primeira vitória na Liga das Nações com um gol de antes da linha do meio-campo

Andorra recebeu Liechtenstein e venceu com um gol raríssimo - ainda mais para os pequeninos

A Liga das Nações é uma oportunidade para que seleções de pouca expressão tenham seus momentos de brilho. E a sexta-feira seria de comemoração em Andorra. Pela primeira vez, a equipe andorrana conseguiu uma vitória pela competição da Uefa. Seria um duelo de equilíbrio contra Liechtenstein, em que o time da casa assegurou o placar de 2 a 1 em Andorra la Vella. E o destaque fica para o gol de Jesús Rubio, o segundo da equipe, que veio num chutaço de antes do meio-campo.

Andorra passou em branco na primeira edição da Liga das Nações, mas conseguiu quatro empates no grupo que também tinha Cazaquistão, Geórgia e Letônia. Já na segunda edição, o time se saiu pior e só empatou dois compromissos, em disputa diante de Letônia, Malta e Ilhas Faroe. Os andorranos ficaram três anos sem vencer uma partida, mas deram sorte nas Eliminatórias da Copa, quando caíram na chave de San Marino e garantiram seis pontos. Já em março de 2022, os pequeninos ganharam amistosos contra Granada e São Cristóvão e Neves. Isso até começar a atual Liga das Nações.

Antes de encarar Liechtenstein, Andorra perdeu para a Letônia na estreia e empatou com Moldova. Então, chegaria a oportunidade de vencer nesta sexta. Jordi Aláez abriu o placar aos 33 minutos do segundo tempo, antes que Jesús Rubio anotasse sua pintura aos 37. O lateral mandou um balão de antes do meio-campo e contou com a colaboração do goleiro Benjamin Büchel, mas ainda assim proporcionou um lance raro – especialmente para os andorranos. Ficará marcado na equipe nacional. Liechtenstein descontou apenas nos acréscimos, com Livio Meier.

Andorra fica com quatro pontos no Grupo D1 da Liga das Nações, enquanto Liechtenstein está zerado. A liderança é da Letônia, que venceu Moldova fora de casa por 4 a 2. Os letões somam nove pontos e são os grandes candidatos ao acesso. Os andorranos, porém, já se contentam com o momento inédito.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo