Liga das Nações

A Grécia é a primeira seleção a confirmar o acesso na Liga das Nações, pela primeira vez rumo à segundona

A Grécia mantém os 100% de aproveitamento e se garante também na repescagem da Euro 2024

A Grécia atravessa anos medíocres nas competições continentais. Desde a participação na Copa do Mundo de 2014, o Navio Pirata teve algumas campanhas ruins em eliminatórias, tanto da Eurocopa quanto do Mundial. Isso impactou no ranking dos gregos, que também não se ajudaram nas primeiras edições da Liga das Nações. Alocado na terceira divisão, o time não conquistou o acesso na primeira temporada, abaixo de Finlândia e Hungria. Também esteve abaixo da Eslovênia na segunda temporada. Somente agora, na terceira tentativa, é que a Grécia emplaca. Os alviazuis mantêm a melhor campanha até o momento e foram os primeiros a confirmarem o acesso. Asseguraram a conquista com a vitória por 2 a 0 sobre Kosovo neste domingo.

A Grécia é dirigida atualmente por Gus Poyet. E o elenco conta com alguns jogadores interessantes em diferentes setores. Nomes como Odysseas Vlachodimos e Tasos Bakasetas são importantes lideranças, enquanto ascendem opções como Dinos Mavropanos e Kostas Tsimikas. O reflexo se nota com mais consistência, mesmo que o desempenho nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 tenha sido tímido, com a terceira posição no grupo de Espanha e Suécia – no máximo, com alguns resultados interessantes contra os rivais de mais peso.

Na Liga das Nações, em compensação, a Grécia sobrou. A equipe venceu todas as partidas até o momento, num grupo nivelado por baixo. Derrotou Irlanda do Norte e Kosovo fora de casa, antes de bater o Chipre em Volos. Já neste domingo, também em Volos, os gregos encaravam os kosovares pelo acesso. Uma vitória bastava. O triunfo por 2 a 0 veio com gols de Giorgos Giakoumakis e Petros Mantalos – este já no fim, quando o goleiro adversário estava no ataque.

Com 12 pontos, a Grécia abre seis de diferença sobre Kosovo. A vantagem no confronto direto garante a promoção com duas rodadas de antecedência. Será a primeira vez que o Navio Pirata figurará na segunda divisão, um lugar mais condizente ao seu peso histórico. E mais importante é o auxílio pensando na Euro 2024. Caso os gregos façam uma campanha ruim nas eliminatórias, pelo menos já se garantiram nas semifinais da repescagem através da Liga das Nações. É um atalho valioso.

 

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo