Liga das Nações

A Croácia reagiu na Liga das Nações em grande estilo, ao vencer a Dinamarca em Copenhague

Com um bom segundo tempo, a Croácia conseguiu quebrar a invencibilidade da Dinamarca

O Grupo A1 da Liga das Nações oferece bastante equilíbrio, depois de três rodadas disputadas. A França é o destaque negativo, ainda sem vencer. Já a Croácia, que também precisava de uma resposta, conseguiu o primeiro triunfo em grande estilo. Os croatas visitaram a invicta Dinamarca e quebraram os 100% de aproveitamento dos nórdicos no Estádio Parken. Depois de um primeiro tempo difícil, em que os anfitriões foram melhores, a equipe de Zlatko Dalic cresceu na segunda etapa e conseguiu a vitória por 1 a 0. Com isso, deixa o grupo mais embolado para a sua metade final.

O primeiro tempo foi amplamente dominado pela Dinamarca. A Croácia tentava cadenciar o jogo e não funcionava. Assim, os dinamarqueses foram muito mais perigosos com seu jogo direto. Faltou um pouco mais de pontaria, com muitas finalizações para fora. A melhor chance veio apenas aos 40, num chute colocado de Andreas Cornelius de fora da área, que o goleiro Dominik Livakovic espalmou.

O segundo tempo da Croácia seria muito melhor. Os visitantes sabiam o que fazer com a bola e se impunham no campo de ataque. Luka Modric aparecia mais e exigiu uma boa defesa de Kasper Schmeichel. As chances se acumulavam, até o gol sair com 24 minutos. Numa cobrança de escanteio curta, Mislav Orsic cruzou e Andrej Kramaric desviou de cabeça. A bola ricocheteou na marcação e ficou limpa para a conclusão de Mario Pasalic. Já a Dinamarca tentou recobrar o prejuízo no final e partiu para cima, mas lamentaria um gol de Jonas Wind anulado por impedimento.

Apesar da derrota, a Dinamarca permanece na liderança do Grupo A1. Os escandinavos somam seis pontos. Logo abaixo aparecem Áustria e Croácia, com quatro pontos cada. Já a última colocação é da França, com dois pontos. Na próxima segunda, os croatas visitam os franceses e os dinamarqueses recebem os austríacos pela quarta rodada da chave.

A sexta-feira seria de poucos jogos nas demais divisões da Liga das Nações. Na segundona, Israel venceu a Albânia por 2 a 1 fora de casa. Armando Broja marcou aos albaneses de pênalti, mas Manor Solomon fez os dois tentos na virada israelense – com direito a uma pintura em jogada individual. Israel lidera o Grupo B2, que possui um participante a menos com a exclusão da Rússia.

Pela terceira divisão, a Eslováquia derrotou o Azerbaijão por 1 a 0 em Baku, gol de Vladimir Weiss. Também empataram Belarus e Cazaquistão por 1 a 1. Os surpreendentes líderes do Grupo C3 são os cazaques, um ponto à frente dos eslovacos. Por fim, na quarta divisão, a Letônia anotou 4 a 2 na visita a Moldova e Andorra derrotou em casa Liechtenstein por 2 a 1 – na primeira vitória da história dos andorranos na Liga das Nações. A ponta da chave é dos letões, já com cinco pontos de vantagem.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo