Europa

Jogadores do Xamax processam presidente do clube e ameaçam boicote

O presidente do Neuchâtel Xamax está enfrentando uma ação disciplinar junto à organização do Campeonato Suíço. O processo foi movido pelos próprios jogadores do clube, que não receberam seus salários em setembro. O sindicato dos atletas disse que o elenco não vai ao treino desta quarta e deve boicotar os próximos jogos da equipe.

O empresário checheno Bulat Chagaev comprou o clube no mês de maio. Desde então, o magnata se envolveu em várias polêmicas à frente do clube. Em julho, ele demitiu toda a comissão técnica. Já em setembro, o técnico Joaquín Caparrós foi mandado embora pelo mandatário.

Segundo a liga suíça, o Xamax não apresentou os documentos que asseguram a sua permanência na primeira divisão. O clube terá que apresentar garantias financeiras de que poderá arcar com os seus gastos.

O Xamax atualmente ocupa a sexta posição no Campeonato Suíço, 11 pontos atrás do líder, o Luzern. Além disso, a equipe foi eliminada nos 32-avos de final da Copa Suíça pelo Kriens, time da segunda divisão do futebol local.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo