Europa

E ninguém se garantiu ainda

A vida das seleções do Leste Europeu não tem sido fácil, prova disso foram as eliminatórias para a próxima Euro, a ser disputada em 2012 na Polônia e na Ucrânia. Por enquanto a única seleção que garantiu a classificação para o torneio foi a Polônia por ser um dos países sedes da competição. Das 11 seleções que participaram do qualificatório nenhuma conseguiu a vaga direta, dada ao vencedor de cada um dos grupos e para o melhor segundo colocado no geral. Ainda restam quatro vagas em disputa na repescagem para os demais segundos colocados e quatro seleções do Leste Europeu (Croácia, Bósnia, República Tcheca e Montenegro) podem garantir um lugar na Euro de 2012.

Se o sorteio ajudar, Croácia e Bósnia têm boas chances de conseguir a classificação, enquanto República Tcheca e Montenegro largam um pouco atrás, ainda que a primeira entre como cabeça de chave. Caso ao menos duas seleções passem pela repescagem, o Leste Europeu igualaria a marca da Euro 2004 e ficaria com um participante a menos do que no torneio de 2008, que contou com Romênia, Polônia, Croácia e República Tcheca.

Entre as quatro equipes que ainda sonham com a Euro da Ucrânia e Polônia a que merece mais honras e poupas pela participação na fase de grupos é a Bósnia, que por pouco não conseguiu uma classificação histórica para o país. Na última rodada, atuando em território francês, os bósnios venciam o cotejo contra os anfitriões até aos 33 minutos da segunda etapa, gol de Dzeko, quando Nasri de pênalti empatou a partida. A igualdade classificou a França, já que os Bleus tinham a vantagem do empate. Mesmo perdendo o primeiro lugar, a seleção da Bósnia mais uma vez chega forte e mostra que a atual geração (Dzeko, Misimovic, Salihovic, Pjanic, Ibisevic, Lulic) pode sim conquistar pela primeira vez na história uma classificação para um grande torneio (o país se tornou independente em 1995).

Vale lembrar que a Bósnia já bateu na trave nas eliminatórias para a Copa de 2010, quando caiu apenas na repescagem para os então favoritos portugueses, que eram cabeças de chave no sorteio. Mesmo com as boas campanhas recentes a Bósnia não assegurou a condição de cabeça de chave, o que em tese deveria facilitar a vida do país. O time perdeu a vaga apenas pelos resultados da última rodada das eliminatórias, quando a República Tcheca a ultrapassou.

Os possíveis adversários serão República Tcheca, Irlanda, Portugal e Croácia. As seleções adversárias têm mais tradição que a Bósnia e o fator experiência pode pesar, porém tecnicamente falando os bósnios estão na frente dos tchecos e irlandeses e no mesmo patamar da Croácia. A pior hipótese do sorteio seria um reencontro com Portugal.

Outro ponto que merece destaque na participação bósnia é que a seleção só pôde permanecer na disputa depois que alterou o estatuto da Federação de Futebol da Bósnia a fim de ter apenas um presidente, contrariando a soberania nacional do país, que adota nas esferas políticas a estrutura tripartite para atender as diferentes etnias formadoras da população. A opinião deste colunista sobre o tema está aqui.

A Croácia, desde o sorteio dos grupos, foi a que tinha as melhores perspectivas de conseguir a classificação direta, mas fracassou ao terminar em segundo atrás da Grécia. Por sinal os gregos mantém a sina de seleção coadjuvante nas competições (exceção ao título da Euro em 2004), mas que engrossam nas eliminatórias, sobretudo devido ao fator casa.

A inconstância dos croatas, mesmo dispondo de uma boa safra de jogadores, como Modric, Petric, Olic, Klasnic, Kranjcar, tem sido a tona da seleção. Nas eliminatórias da Euro de 2008, os croatas tiveram um grande desempenho e desbancaram a favorita Inglaterra, que terminou fora da fase final. No entanto, no classificatório para a Copa de 2010, a Croácia sequer disputou a repescagem, terminando em terceiro, atrás de Inglaterra e Ucrânia.

Em tese a Croácia tem totais condições de se classificar para o torneio na Ucrânia e na Polônia, e a condição de cabeça de chave deve ajudar. Os adversários mais temidos são a Turquia, algoz da seleção nas quartas de final da última Euro quando caiu nas penalidades máximas, e a Bósnia. Contra Estônia ou Montenegro, os comandados de Slaven Bilic devem entrar como favoritos.

A República Tcheca, apesar da tradição e da constante participação em competições importantes na última década, está envelhecida e não apresenta a mesma força da época de Nedved e Poborsky. Mesmo os remanescentes, como Rosicky, Cech e Baros, estão longe das melhores fases das carreiras e a renovação do time anda a duras penas, sobretudo no ataque. As esperanças se voltam para o jovem Pekhart, artilheiro da liga tcheca em 2009/10 e atualmente no Nuremberg. O jovem avante é o maior artilheiro da história nas seleções de base tchecas, mas com a principal ainda não conseguiu se firmar. A tendência é os tchecos terem sérios problemas caso o oponente seja Turquia ou Bósnia, contudo se as bolinhas ajudarem os tchecos terão boas possibilidades frente a Montenegro ou Estônia.

Montenegro já fez uma boa participação na fase qualificatória ao terminar em segundo no grupo G à frente da Suiça, seleção que frequentemente tem assegurado vaga em Copas do Mundo e Euros. Na teoria, os montenegrinos não entram como favoritos a uma classificação na repescagem, mas devem fazer jogos duros. Os possíveis adversários serão República Tcheca, Portugal, Irlanda ou Croácia. No papel os principais jogadores do time são Jovetic, da Fiorentina, e Vucinic, da Juventus, no entanto o ataque foi extremamente econômico ao assinalar apenas sete gols. Por outro lado a defesa se mostrou segura e levou apenas sete tentos.

E o troféu de principal decepção vai para a Sérvia que chegou à última rodada precisando de uma vitória sobre a já eliminada Eslovênia, mas saiu derrotada por 1 a 0, num duelo de muita rivalidade, tendo em vista que os eslovenos são uma das repúblicas que surgiram da antiga Iugoslávia. As demais seleções do Leste Europeu eliminadas foram Bulgária, Macedônia, Romênia, Eslováquia e Hungria.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo