Champions LeagueFrança

Marquinhos: “Você tem que ser muito decisivo nos momentos importantes do jogo”

Capitão do PSG, Marquinhos lamentou a eliminação diante do Real Madrid porque o seu time não conseguiu aproveitar seu bom momento e sofreu três gols no seu pior momento

Um dos mantras do futebol é que nos períodos em que você é melhor que o adversário na partida, você precisa fazer o gol. O zagueiro Marquinhos, capitão do Paris Saint-Germain, lamentou justamente por isso. Diante do Real Madrid, o time foi bem em cerca de três quartos do confronto, mas foi atropelado pelos merengues no período que foi pior e acabou eliminado da Champions League.

A derrota por 3 a 1 no Estádio Santiago Bernabéu teve uma atuação fantástica de Karim Benzema e atuação terrível da defesa parisiense. “É difícil explicar agora de cabeça quente. Não peguei telefone, não vi nada. Mas analisando todas as circunstâncias dos jogos, a gente merecia algo melhor do que esse resultado, foi apenas um fim de jogo terrível para gente, a gente acabou cometendo alguns erros”, afirmou Marquinhos à TNT Sports logo depois do jogo.

“Não olhei o telefone, não sei como foi a falta no Donnarumma, mas a sensação em campo foi de falta, talvez possa ter sido um erro de arbitragem que é difícil pra nós porque acaba gerando um gol pro Real Madrid, mas a gente também tem nossa parte nesse resultado, cometemos erros”, continuou o zagueiro.

“Tivemos um começo de jogo bem controlado em que a gente conseguiu fazer o primeiro gol, mas esse é o futebol. Você tem que ser muito decisivo nos momentos importantes do jogo, não conseguimos ser defensivamente bons nesse final de jogo e tivemos oportunidades para aumentar o resultado, não conseguimos agora é saber gerenciar toda essa derrota”.

“Esse é um momento crucial do jogo. Claro que você jogando em casa acaba marcando um gol, a torcida empurra, dá uma energia a mais. É um momento crucial para equipe do Real Madrid, e não teve assim um momento crucial para nós, penso que esse final de jogo foi bem difícil para nós e favoreceu para eles, mas no contexto geral a gente mereceu algo melhor”, analisou o capitão parisiense.

“O que vamos falar, a gente acaba repetindo sempre o mesmo discurso, mas tem que seguir em frente, mais uma vez derrotado em uma situação em que tínhamos muito a nosso favor. Temos que saber aprender com nossos erros, continuar trabalhando. A gente sabe que é difícil, queríamos continuar esse nosso sonho, nossa aventura, seguir nesse campeonato. Não podemos. Temos que tirar a lição de que os detalhes fazem a diferença. Os detalhes fazem muito a diferença e hoje a gente é crucificado por esses detalhes”, concluiu o zagueiro.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo