Champions League

Klopp se diz orgulhoso por desempenho e recorde do Liverpool na Champions

Liverpool se tornou o primeiro clube inglês a vencer os seis jogos da fase de grupos da Champions League e o técnico comemorou o ótimo desempenho

O Liverpool terminou a primeira fase da Champions League com um aproveitamento perfeito: seis vitórias em seis jogos. As duas últimas delas foram conquistadas com um time formado por reservas, basicamente, reforçado por alguns titulares, como Mohamed Salah, Alisson e Sadio Mané. Nesta terça-feira, os Red foram até San Siro e venceram o Milan de virada por 2 a 1, o que tirou as últimas chances dos italianos de chegarem às oitavas de final do torneio. É o primeiro clube inglês a conseguir o feito de vencer os seis jogos da fase de grupos.

“Honestamente, não sinto orgulho muitas vezes no futebol porque na maior parte do tempo eu espero que as coisas boas aconteçam. Mas nesta noite [terça-feira] houve muito orgulho, um desempenho excepcional; não digo isso por termos vencido os seis jogos, digo isso porque neste jogo fomos muito bem com tantas mudanças”, afirmou o técnico.

“É fácil para mim fazer as mudanças, mas os garotos tem que ter confiança o bastante para mostrar o quanto eles são bons e vi muitas coisas boas de futebol nesta noite, o que é incrível”, continuou o alemão. “E vencemos os seis jogos, o que é absolutamente incrível e apenas outro capítulo para este grupo de jogadores”.

“Não é um prêmio [vencer os seis jogos] que você ganhe algo; eu teria levado uma contagem de pontos que nos classificasse para a próxima fase, mas ganhar 18 é o melhor possível, então aceito isso também”, disse ainda Klopp.

O treinador do Liverpool comemorou ter comandado um time em San Siro pela primeira vez na carreira. “Tenho 54 anos e é minha primeira vez em San Siro, é uma pena que tenha esperado tanto. Joguei contra o Napoli, Juventus algumas vezes, Roma, mas nunca aqui. É realmente um estádio excepcional”, afirmou o treinador à Sky Sport Italia antes da partida.

O estádio não pôde estar cheio porque o governo italiano colocou restrições. Por isso, só 75% dos ingressos estiveram à venda. Além da torcida nas arquibancadas, o que se viu foi um Milan com Zlatan Ibrahimovic, aos 40 anos, comandando o ataque da equipe de Milão.

“Ibrahimovic é uma lenda, você normalmente se torna uma lenda quando se aposenta, mas ele já é uma lenda e ainda está jogando com 40 anos! É uma grande personalidade, ele tem sua opinião nas coisas e não está interessado no que outras pessoas pensam sobre isso”, disse o treinador, em entrevista à TV sueca, antes da partida.

Quem acompanhará o Liverpool às oitavas de final é o Atlético de Madrid, que também conseguiu a classificação ao vencer o Porto fora de casa – uma vitória com ares de Libertadores. O técnico Diego Simeone valorizou o que o clube conseguiu e a forma como competiu pela vaga.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo