Champions League

Como o Manchester City montou o elenco finalista da Champions League 2020/21

Como o City montou o elenco que finalmente conseguiu atingir o objetivo do clube: a final da Champions League

O Manchester City chega à final da Champions League pela primeira vez na sua história e terá um duelo contra o Chelsea neste sábado, 29 de maio. O elenco do clube é ressaltado como um dos mais caros da Europa e, não por acaso, tem muita qualidade. Neste texto, trazemos um pequeno histórico sobre como cada um dos jogadores do elenco chegou ao Manchester City e passou a ser parte integrante da equipe comandada pelo técnico Pep Guardiola.

GOLEIROS

31 – Ederson

Brasileiro, 27 anos

Contratado junto ao Benfica em 2017 por € 40 milhões, Éderson rapidamente se tornou um jogador-chave para o Manchester City de Guardiola. Rápido, habilidoso no jogo com os pés, capaz de fazer lançamentos longos e sai do gol para fazer a função de zagueiro se for preciso. Ganhou força também na seleção brasileira e já até participou da construção ofensiva em alguns lances nesta temporada. Tem contrato até junho de 2025 com o Manchester City. Titular absoluto, são 47 jogos na temporada e foi titular em 11 dos 12 jogos do time na Champions League até aqui.

Ederson, do Manchjester City (Javier Garcia/BPI/Shutterstock / Imago / OneFootball)

13 – Zack Steffen

Americano, 26 anos

O goleiro americano foi contratado do Columbus Crew em 2019 por € 6,82 milhões, mas foi imediatamente emprestado ao Fortuna Düsseldorf para ganhar rodagem no clube alemão. Voltou de empréstimo no início da temporada e tem contrato até junho de 2023 e fez 12 jogos na temporada. Foi titular na Copa da Inglaterra e na Copa da Liga em todos os jogos e jogou também uma partida na Premier League – curiosamente contra o Chelsea. Na Champions, jogou a última partida da fase de grupos contra o Olympique de Marseille. É o reserva de Éderson.

33 – Scott Carson

Inglês, 35 anos

Contratado por empréstimo junto ao Derby County em 2019, Scott Carson é o terceiro goleiro na linha de sucesso do gol do City. Veterano, tem uma carreira longa, iniciada em 2003 e com diversas passagens pelo futebol inglês. Foi jogador do Liverpool, embora tenha jogado pouco. Seu contrato vai só até o final da temporada. Embora tenha chegado há quase dois anos, só jogou uma partida pelo clube, contra o Newcastle, no dia 14 de maio. Foi um momento emocionante e deve ser o seu único jogo pelo City, já que dificilmente entra na final da Champions.

DEFENSORES

2 – Kyle Walker

Inglês, 31 anos

Revelado pelo Sheffield United, o lateral direito chegou ao Manchester City em 2017, contratado junto ao Tottenham. Jogou nos Spurs por seis temporadas e custou caro: € 52,7 milhões. Foi parte do processo de renovação de Guardiola no elenco e é um jogador versátil, que por vezes por atuar como um terceiro zagueiro. É mais consistente defensivamente que João Cancelo e é constantemente utilizado.

3 – Rúben Dias

Português, 24 anos

Foi a grande contratação do Manchester City para a atual temporada. O City pagou € 68 milhões para tirá-lo do Estádio da Luz e ele ajudou a consertar um problema defensivo do clube, além de melhorar o desempenho de quem joga ao seu lado, como o inglês John Stones. Tem contrato com o City até 2026 e deve ser parte crucial dos próximos anos do clube.

Rúben Dias, do Manchester City, em jogo contra o PSG (Imago / OneFootball)

5 – John Stones

Inglês, 27 anos

O zagueiro foi uma das grandes contratações do Manchester City em 2016, logo que Guardiola chegou ao clube. Custou € 55,6 milhões e chegou do Everton, onde tinha se estabelecido como um dos melhores da liga. Sua trajetória no clube teve altos e baixos e vinha em baixa na temporada passada. A chegada de Rúben Dias mudou isso. Ele ganhou a posição no time e formou uma dupla afiada com o português, voltando aos seus melhores dias no clube.

6 – Nathan Aké

Holandês, 26 anos

Mais um contratado nesta temporada pelo Manchester City, Aké chegou em agosto de 2020 por € 45,3 milhões. Apesar de ter custado caro, não foi um jogador com muito espaço no elenco nesta temporada. Jogou apenas 13 partidas e é um reserva da equipe.

11 – Oleksandr Zinchenko

Ucraniano, 24 anos

Revelado pelo Shakhtar Donetsk, Zinchenko é meia de origem e passou também pelo Ufa, da Rússia, antes de chegar ao Manchester City em 2016 por apenas € 2 milhões. Inicialmente, foi emprestado ao PSV para ganhar rodagem e retornou ao clube inglês em 2017. Desde então, se tornou um membro do elenco, mas foi nesta temporada que ganhou mais protagonismo, atuando em jogos importantes e mostrando a sua força ofensiva, especialmente. Foi titular em oito dos 12 jogos do City até aqui na Champions e tem boas chances de começar a final.

14 – Aymeric Laporte

Espanhol, 27 anos

Embora tenha nascido na França, recentemente Laporte conseguiu o passaporte espanhol pelos seus anos de atuação no Athletic Bilbao. Foi no clube basco que foi revelado e de onde foi contratado pelo City pelo valor da sua multa rescisória na época, € 65 milhões, em 2018. Técnico e alto, o zagueiro canhoto vinha muito bem na temporada passada, mas perdeu espaço nesta depois da chegada de Rúben Dias e o crescimento de John Stones. Ainda assim, é um jogador que atua com frequência e foi inclusive autor do gol do título da final da Copa da Liga Inglesa, contra o Tottenham.

22 – Benjamin Mendy

Francês, 26 anos

Lateral ofensivo e habilidoso, se destacou pelo Monaco em uma temporada fantástica do clube do principado. Naquele ano, o seu time eliminou o Manchester City nas oitavas de final da Champions League. Seu estilo casava perfeitamente com o que Guardiola queria no City e, por isso, foi contratado em 2017 por € 57,6 milhões. Embora suas atuações até tenham sido boas no início da sua carreira pelo clube, ele rapidamente se machucou. Essa tem sido a tônica da sua passagem pelos ingleses: muitas lesões e dificuldade em manter continuidade nos jogos pela questão física. Na Champions, só jogou uma partida. Seu contrato vai até 2023 e não é difícil imaginar que ele seja negociado na próxima janela. Deve ser reserva na final.

27 – João Cancelo

Português, 27 anos

João Cancelo chegou em uma troca com a Juventus por Danilo, mas a ideia de Guardiola era mesmo trazer o português. Revelado pelo Benfica, o lateral direito passou por Valencia e Internazionale antes de chegar à Juventus. O seu valor de contratação foi de € 65 milhões em 2019. Na sua primeira temporada, teve menos influência no time, mas nesta, 2020/21, ele foi crucial. Muitas vezes fez o papel como lateral que cai pelo meio e ajuda quase como um meia ofensivo, chegando ao ataque, dando passes e fazendo gols. Versátil, atuou tanto na lateral direita quanto na lateral esquerda e é uma boa opção nos dois lados. Na Champions, foi titular em nove dos 12 jogos.

50 – Eric García

Espanhol, 20 anos

Revelado pelo Barcelona, Eric García chegou ao Manchester City ainda na base, em 2017, com 16 anos. Chegou sem custos, seduzido por jogar na Inglaterra com um dos maiores técnicos da história, como foi com Gerrard Piqué no passado, mas com o Manchester United. Subiu para o time profissional dos Citizens, mas não conseguiu ganhar muito espaço. Atuou em 12 jogos e três deles foram na CHampions League. Seu contrato acaba em junho, ao final desta temporada, e deve retornar ao seu clube de formação, o Barcelona, que já se interessava por ele.

MEIO-CAMPISTAS

8 – Ilkay Gündogan

Alemão, 30 anos

Gündogan se tornou uma referência no Borussia Dortmund, depois de surgir profissionalmente jogando pelo Nuremberg. Chegou ao clube de Guardiola em 2016, na sua primeira leva de contratações, por € 27 milhões. Seu papel ao longo dos anos variou, assim como a sua posição em campo. Nesta temporada, o alemão ganhou protagonismo e chegou a ser o artilheiro do time na Premier League. Atuou como meia ofensivo e até como falso nove. No momento que Kevin De Bruyne estava fora por lesão, ele assumiu as rédeas do time no meio-campo e correspondeu. Deve ser titular na final.

16 – Rodri

Espanhol, 24 anos

O volante chegou em 2019 vindo do Atlético de Madrid e custou € 62,7 milhões. O jogador chegou com o status de ser o substituto de Fernandinho, já um veterano. Aos poucos, se tornou um jogador importante e reveza com o brasileiro como titular do meio-campo. Foi o titular na maioria dos jogos da Champions, exceto no jogo de volta da semifinal contra o PSG, quando Fernandinho comeu a bola. Seja começando o jogo ou entrando ao longo dele, deve ser utilizado na final.

Kevin De Bruyne, do Manchester City (Imago / OneFootball)

17 – Kevin De Bruyne

Belga, 29 anos

Um dos líderes do atual Manchester City, portador da braçadeira de capitão sempre que Fernandinho não está em campo, Kevin De Bryne floresceu no clube. Ele chegou antes do período de Guardiola no comando da equipe. Foi contratado em 2015, depois de brilhar pelo Wolfsburg na Bundesliga. Custou caro aos cofres dos Citizens, € 76 milhões, mas dá para dizer que valeu cada centavo. É o principal jogador do time, criativo, excelente em passes e finalizações também. Na atual temporada, tem um desempenho que o faz estar entre os melhores do mundo.

20 – Bernardo Silva

Português, 26 anos

Craque do Monaco e, antes, do Benfica, Bernardo Silva chegou ao Etihad Stadium em 2017 e custou € 50 milhões aos ingleses. Jogador de inegável talento, atua pelos lados do campo, mas nesta temporada por vezes jogou como meia central, compondo o meio-campo. Foi, aliás, onde mais o português foi utilizado, embora também tenha sido aproveitado no ataque, centralizado, ainda que não seja um centroavante.

21 – Ferrán Torres

Espanhol, 21 anos

Aposta para o futuro, Ferrán Torres chegou nesta temporada e foi bastante utilizado por Guardiola. Destaque do Valencia, custou € 23 milhões e tem atuado principalmente pelos lados do campo. Seu lado preferido é o direito, mas já foi usado também na esquerda. Seu contrato vai até junho de 2025.

25 – Fernandinho

Brasileiro, 36 anos

Capitão do time, Fernandinho conquistou o seu espaço no Manchester City a ponto de entrar para a história do clube como um dos maiores. Revelado pelo Athletico Paranaense, o jogador foi vendido ao Shakhtar Donetsk em 2005 e chegou ao Manchester City em 2013 custando € 40 milhões. Técnico e inteligente, o jogador conseguiu incorporar o jogo de Guardiola. Para muitos, se tornou o pilar do jeito de jogar do time. Rodri chegou para substituí-lo, mas o seu desempenho ainda de alto nível o manteve no time titular em muitos jogos importantes. Seu contrato acaba em junho, ao final da temporada, e ainda não há uma renovação definida.

26 – Riyad Mahrez

Argelino, 30 anos

Um dos grandes destaques do Leicester campeão inglês em 2015/16, Riyad Mahrez demorou a conseguir deixar o clube, mas isso aconteceu em 2018. O Manchester City pagou € 67,8 milhões para levá-lo ao Estádio Etihad. Seu papel no time variou, mas nesta temporada ele assumiu o protagonismo. Titular na grande maioria dos jogos, fez gols decisivos e foi importante em partidas cruciais, como foi contra o PSG. É um jogador-chave no time atualmente.

47 – Phil Foden

Inglês, 21 anos

Um dos maiores talentos da base do Manchester City, Phil Foden demorou a ganhar chances com frequência no time titular. Se esperava que ele fosse o substituto de David Silva, mas ele tem sido usado mais como atacante, pelos lados do campo e até centralizado no esquema sem centroavante de Guardiola. Vive a sua melhor temporada pelo clube, está na seleção inglesa e fez 49 jogos, 16 gols e 10 assistências. Tem grande chance de ser titular na final.

Phil Foden, do Manchester City (imago / OneFootball)

ATACANTES

7 – Raheem Sterling

Inglês, 26 anos

Um dos melhores jogadores do Manchester City nos últimos anos, Sterling perdeu espaço na atual temporada. Foi contratado em 2015, em uma transferência que gerou barulho na Inglaterra: deixou o Liverpool por € 63,7 milhões para juntar-se ao time que vivia ascensão. Titular em muitos jogos, acabou sendo reserva nesta fase final da temporada, perdendo espaço para Foden e Mahrez, especialmente. Ainda assim, é um jogador importante e tem boas chances de ser usado na final. Tem contrato com o clube até 2023.

9 – Gabriel Jesus

Brasileiro, 24 anos

Em uma temporada que Sergio Agüero não foi titular com frequência, era de se esperar que Jesus jogasse mais, mas não foi o que aconteceu. Revelado pelo Palmeiras, Jesus foi contratado pelo Manchester City em 2017 e custou € 32 milhões. Seu contrato vai até 2023, o que o dá ao menos mais um ano para tentar mostrar o seu valor. Na atual temporada, fez 45 jogos, 14 gols e quatro assistências.

10 – Sergio Agüero

Argentino, 32 anos

O maior jogador da história do Manchester City. Tão simples quanto isso. Sergio Agüero chegou do Atlético de Madrid em 2011, contratado por € 40 milhões. No seu primeiro ano no clube, conquistou o título com o gol “do milagre”, como ficou eternizado na voz de Paulo Andrade, narrador da ESPN, que transmitiu o jogo. Nesta temporada, ficou longe do time titular, muito afetado por lesões. Recebeu a notícia que não teria o seu contrato renovado e deixará o clube depois de 10 anos. Especulações o ligam ao Barcelona. Será uma opção no banco de reservas, muito provavelmente.


Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo