Europa

Nem o inspirado Verbruggen pôde evitar a vitória da Alemanha sobre a Holanda

A Holanda até começou ganhando, mas a Alemanha empatou rápido e superou um Verbruggen inspirado para triunfar em Frankfurt

A Alemanha venceu a Holanda por 2 a 1 na noite desta terça-feira (26), em amistoso disputado no Deutsche Bank Park, em Frankfurt. A Laranja Mecânica até saiu na frente com Veerman, mas os alemães diminuíram ainda no primeiro tempo com Maximilian Mittelstädt, enquanto Füllkrug desempatou no fim, com a ajuda do árbitro de vídeo. Os donos da casa foram superiores ao longo de todo o jogo e, por isso, mereceram a vitória.

O que de melhor aconteceu no jogo?

  • Começo frenético com golaços
  • Jogo estudado na reta final do primeiro tempo
  • Blitz alemã diante da sua torcida
  • O gol da vitória: entrou ou não entrou?

Primeiro tempo de golaços

Se tratando de duas seleções que vão disputar a Eurocopa, sendo a Alemanha como anfitriã, o jogo não poderia ter começado mais à altura desse grande clássico. Para quem esperava uma seleção alemã dominante, atuando em casa, se enganou logo aos quatro minutos, quando Veerman, em belo voleio. A jogada começou de um erro do zagueiro Tah, que perdeu a bola para Memphis Depay, autor do cruzamento perfeito para o gol laranja.

O troco dos alemães não demorou a vir, foram apenas sete minutos de espera da torcida em Frankfurt, todos muito valiosos. Se o gol holandês já tinha sido bonito, a Alemanha tratou de se superar na figura de Maximilian Mittelstädt. Jogada iniciada em escanteio curto, que parou na canhota fulminante da jovem figura. Em chute no ângulo, sem chances para a defesa da Holanda. Que início de jogo.

O restante do primeiro tempo foi mais estudado, com as equipes trocando grandes chances, mas sempre parando nos dois goleiros. O clima não era de um amistoso, mas sim de uma partida preparatória para a Eurocopa. O segundo tempo prometia, e entregou.

Füllkrug garante a vitória com polêmica

O que se viu na etapa complementar foi um jogo de um time só. Por mais que a Holanda tentasse, era a Alemanha que buscava o gol de maneira incessante. Foram pelo menos três grandes chances claras até que Füllkrug, ele mesmo, marcasse o tento que determinaria a vitória dos donos da casa. Apesar disso, ele veio com polêmica.

O reloginho do árbitro apitou, é verdade, mas as imagens do toque de cabeça e da defesa milagrosa de Verbruggen, goleiro holandês, foram nebulosas. Mesmo assim, não dá para brigar com a tecnologia, que decretou o triunfo da Alemanha sobre a rival histórica, assim como na final da Copa do Mundo de 1974.

Verburggen é o nome do jogo

Apesar da derrota, a atuação gigante de Verbruggen não pode ser ignorada. O goleiro foi bem ao longo de todo o jogo, mas, no segundo tempo, fez toda a diferença para segurar o empate até os minutos finais. Foram pelo menos três grandes defesas, sendo duas consideradas milagres, em bolas dificílimas. Por milímetros ele não foi o herói definitivo da partida.

Verbruggen foi bem demais em Alemanha x Holanda (Foto: Divulgação/Seleção Holandesa)

Alemanha e Holanda preparadas para a Eurocopa

Esse foi o último amistoso preparatório de ambas as seleções antes do início da Eurocopa. A Alemanha, como mencionado, é a anfitriã do torneio e está no Grupo A, com Escócia, Hungria e Suíça. A Holanda, por sua vez, está posicionada no Grupo D, com França, Áustria e País de Gales. Chegou o momento dos combinados mais fortes da Europa disputarem a supremacia no continente.

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

É repórter na cobertura do Flamengo há três anos, com passagens por Lance! e Coluna do Fla. Fã de Charlie Brown Jr e enxadrista. Viver pra ser melhor também é um jeito de levar a vida!
Botão Voltar ao topo