EuropaLiga Europa

A assistência espetacular de Raúl García (e o erro do árbitro) manteve o Athletic vivo na Liga Europa

Enfrentar o Athletic Bilbao é, nesta temporada, ter quase a certeza de que você sofrerá gol de Aritz Aduriz. O veterano vive campanha fantástica, e segurá-lo é tarefa difícil para qualquer um. Missão essa que o Valencia fez muito bem por bastante tempo no confronto desta quinta-feira, mas da qual saiu derrotado graças a uma assistência espetacular de Raúl García e ao erro crasso da arbitragem no meio do lance. O tento, sofrido aos 30 do segundo tempo, diminuiu para 2 a 1 a vantagem dos Murciélagos e selou a classificação do Athletic para a próxima fase da Liga Europa.

VEJA TAMBÉM: Com ajuda de Zidane, órfão palestino de 5 anos conhece C. Ronaldo e o Real Madrid

Após perder por 1 a 0 o jogo de ida, no País Basco, o criticado Valencia de Gary Neville ia fazendo sua lição de casa. Vencia por 2 a 0 o time de Bilbao após um primeiro tempo de muita pressão ter acabado com gols de Mina e Aderlan, e fazia o possível para segurar o ímpeto do Athletic. Aos 30 minutos do segundo tempo, Susaeta dominou a bola com o braço, mas o árbitro não viu a infração e permitiu a sequência da jogada. Que acabou de maneira brilhante com o passe de calcanhar por cobertura de Raúl García para Aduriz, que finalizou e balançou a rede.

A reclamação do Valencia foi justificada, já que o toque no braço de Susaeta foi acintoso e a jogada determinou a eliminação da equipe. Ainda assim, de tão espetacular que foi o passe de Raúl García, o gol não acabará ofuscado. Especialmente tendo sido anotado por Aduriz, que além dos 17 gols em La Liga, lidera a artilharia da Liga Europa com oito gols em nove partidas.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo