EspanhaLa Liga

Rolo compressor do Real Madrid goleia o Granada e chega a 11 vitórias seguidas

A vitória sobre o Barcelona já mostrava a que veio o Real Madrid nesta temporada. O time tem Cristiano Ronaldo em grande forma e parece nem sentir falta de um jogador tão bom quanto Gareth Bale, porque tem Isco, James Rodríguez e companhia jogando o fino da bola. Neste sábado, o adversário foi o Granada e o time venceu com bastante tranquilidade. Fez 3 a 0 sem desgastar demais a equipe, controlando o jogo e mostrando, mais uma vez, a sua força. Foi a 11º vitória seguida do Real Madrid, contando todas as competições. A última vez que o time não venceu foi no dia 13 de setembro, quando acabou derrotado pelo Atlético de Madrid no Campeonato Espanhol.

SERIE A: Napoli venceu e a Roma tem que sair aliviada por não ter tomado uma goleada
PREMIER LEAGUE: Newcastle renasce de vez e bate o Liverpool graças a gol de joia espanhola
PORTUGUÊS: Talisca continua arretado e marcou mais um golaço pelo Benfica

Cristiano Ronaldo segue em grande fase. Marcou o primeiro gol do jogo, logo a dois minutos, o que já deu o tom do jogo. Foi o seu 17º gol na liga espanhola, artilheiro máximo do torneio. O passe foi de Benzema. Foi também o seu 22º gol na temporada, considerando também os gols pela seleção portuguesa.

Dominando a pose de bola e morando no campo de ataque do adversário, o Real Madrid chegou ao segundo gol com uma pintura de James Rodríguez. Novo passe de Benzema, desta vez para o colombiano acertar um chute improvável, no alto, encobrir o goleiro e sair para o abraço, aos 31 minutos. Foi o placar do primeiro tempo.

Como dizem na pelada, vira dois, acaba quatro. O terceiro gol foi de Benzema, depois de um passe de letra de Cristiano Ronaldo, aos nove minutos. O quarto veio com James Rodríguez, em jogada pela direita que Cristiano Ronaldo finalizou, a zaga tentou tirar e James Rodríguez chegou para mandar para a rede.

O Granada, jogando em um 4-4-2, tentando fechar os dois lados, não conseguia conter o poder de ataque do time merengue. O técnico Carlo Ancelotti ainda pode trocar Modric, Carvajal e Isco por Khedira, Arbeloa e Ilarramendi. Isco, aliás, fez uma boa partida, mais uma vez. A ausência de Bale é cada vez menos sentida. Di María, então, parece não fazer mais falta, mesmo sendo um jogador espetacular.

A força que o Real Madrid demonstra neste início de temporada é para assustar os adversários. A pergunta se esse ritmo se manterá é justa, porque ainda estamos em novembro e os campeonatos se decidem em abril e maio. Mas o ritmo vem forte e o time já é o time já é líder com 24 pontos. O Barcelona, com 22, ainda pode ultrapassar e voltar à ponta. Mas o futebol merengue tem sido bastante impressionante.

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo