EspanhaLa Liga

O goleiro que renasceu após fraturar o crânio e ainda assim não abandonou o futebol

Vida de goleiro não é fácil. E não apenas pelo risco de um erro decisivo que todo camisa 1 está exposto. A coragem que se pede aos donos da posição, às vezes, pode colocar a própria vida em xeque. Não é raro ver um goleiro sofrendo séria lesão por se empenhar para salvar uma bola. É o que aconteceu com Jonathan Heredia, arqueiro do Sporting Uxama, que disputa a Tercera División do Campeonato Espanhol – equivalente ao quarto nível. Uma saída de gol em 19 de dezembro o deixou em coma e o aproximou da morte. Mas a valentia é um traço marcante do espanhol, que não só sobreviveu, como voltou aos gramados três meses depois.

Heredia sofreu múltiplas fraturas no crânio e, após ser operado, poderia nunca mais falar ou nunca mais andar. Foram 12 dias na UTI. Entretanto, a recuperação do goleiro se saiu surpreendentemente bem. E, embora a família tenha desaconselhado, ele voltou a vestir luvas em 30 de março. Reassumiu o posto de titular no Sporting Uxama, ajudando no empate por 0 a 0 contra o Almazán. Mesmo com proteção especial, ele não deseja abandonar a sua paixão.

Seu objetivo no momento? Salvar, não a si, mas o Sporting Uxama, que corre risco de rebaixamento. “Creio que sim, vamos conseguir a permanência. Com 40 pontos podemos alcançar o nosso objetivo”, afirmou, em entrevista ao Diario de Soria. O compromisso do goleiro com o time parece acima até mesmo do compromisso consigo mesmo.

A história é contada pelo ótimo El Día Después, do espanhol Canal+:

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo