Champions LeagueEspanhaEuropaInglaterra

Mesmo sem jogar um minuto pelo Barça, Vermaelen ainda pode render bônus ao Arsenal

Quando o Arsenal conseguiu desembolsar £ 15 milhões com a venda de Thomas Vermaelen ao Barcelona, no início da temporada, todos avaliaram a cessão como um grande negócio para os Gunners. Uma bela quantia por um atleta que havia passado mais da metade da campanha 2013/14 no departamento médico. Pois o mais impressionante é que aquele não era o limite da sagacidade dos ingleses na negociação. O time londrino conseguiu incluir uma cláusula que lhe garantiria £ 3 milhões caso o Barça vencesse a Champions League com o zagueiro.

VEJA TAMBÉM: Técnico suspenso arranjou um guindaste para comandar seu time na terceirona do Turco

Segundo informações do Telegraph, repercutidas pelo restante da imprensa inglesa, o item no contrato sequer exigiria que Vermaelen tenha participado de parte dos jogos do time, o que torna o negócio ainda mais impressionante para o Arsenal. Afinal, com a temporada 2014/15 quase no fim, o belga não esteve em campo por um minuto sequer em competições oficiais. Nesta terça, até esteve no banco de reservas durante a partida contra o Bayern de Munique, mas ainda não sabe o que é vestir a camisa e pisar no gramado para defender os catalães.

Quando o acordo entre os clubes foi anunciado, em agosto do ano passado, falamos aqui sobre a incógnita que Vermaelen representava. O Barcelona estava levando para o Camp Nou o zagueiro de ótimo desempenho de 2012/13, capitão do Arsenal e um dos principais líderes em campo, ou o de 2013/14, que fez apenas sete jogos como titular na Premier League? Pela primeira temporada na Espanha, o belga está mais próximo da última versão, mas isso não significa que a contratação já possa ser taxada como um fracasso, afinal restam quatro anos de contrato, e, para alguém de 29 anos, isso é tempo de sobra para reverter a situação.

O fato é que, por essa temporada de estreia, o negócio tem sido um mico para o Barça, especialmente pela punição que terá pela frente, sem poder contratar por duas temporadas. Vermaelen chegou à Espanha com uma lesão na coxa, mas a ideia inicial do clube catalão era tentar um tratamento alternativo à cirurgia. O procedimento, no entanto, foi inevitável, e no fim do ano passado o belga se submeteu à operação. A recuperação levou mais de 170 dias, e o zagueiro está livre do problema há quase um mês. Sem ritmo – e com tantas decisões de título do Barça pela frente –, é difícil imaginar o beque atuando ainda nesta temporada. Pelo menos como titular.

Atualização – 16h09 – Segundo o jornal Marca, da Espanha, o Arsenal não levará o bônus, porque haveria a exigência de uma determinada quantidade de partidas, não informada pelo periódico. Já o Mundo Deportivo afirma que o bônus seria de £ 3,8 milhões, mas válido apenas com duas conquistas de Champions League. Questionado sobre a veracidade da cláusula, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, Wenger sorriu e se limitou a dizer: “Tenho que checar o contrato novamente, não posso responder essa pergunta neste momento.”

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.