La Liga

Regulamento do VAR abre porta para que Real Madrid e Sevilla seja remarcado

Árbitro de vídeo do confronto deste domingo não tinha certificação para atuar no VAR

As polêmicas da arbitragem na La Liga ganharam mais um episódio nesta segunda-feira (26). Estrada Fernández, ex-árbitro profissional na Espanha, afirmou que o regulamento do VAR pode abrir precedente para que o Sevilla peça a remarcação do jogo diante do Real Madrid, disputado neste domingo e vencido pela equipe Merengue pelo placar de 1 x 0. Fernández Buergo, responsável pelo VAR no confronto, não teria a certificação para atuar como árbitro de vídeo, o que seria suficiente para que o time da Andaluzia pedisse a anulação do confronto.

Segundo o artigo 189 do regulamento da Real Federação Espanhola de Futebol, que se refere às equipes de arbitragem em competições profissionais, todos os componentes do quadro de árbitros devem possuir certificação para atuar em suas funções. Neste caso, Fernández Buergos não teria formação como árbitro de vídeo, o que pode fazer com que o Sevilla possa intervir junto a RFEF pedindo pela anulação do jogo.

No caso de jogos que envolvam clubes masculinos da Primeira e Segunda Divisão, a equipe de arbitragem será composta, além do árbitro principal e dos seus dois árbitros assistentes com licença profissional nessa categoria, por um quarto árbitro nomeado entre os que compõem o plantel da Primeira Federação ou os que não são os árbitros. Árbitras com licença profissional feminina selecionada no âmbito do Programa de Elite de Excelência da Arbitragem Feminina que não residam, sempre que possível, na província de uma das equipas em disputa”, diz o artigo 189 do regulamento da REF.

Na internet, torcedores do Sevilla pedem pela remarcação do jogo

No X, antigo Twitter, torcedores do Sevilla e de outros times consideram que seja feita a remarcação do jogo frente ao Real Madrid. Na publicação feita por Estrada Fernández, inúmeros internautas consideram que a atuação de Fernández Buergos teve influência direta no resultado e na vitória do time Merengue neste domingo no Santiago Bernabéu. O confronto estava muito equilibrado e parelho até Luka Modrić anotar um lindo gol de fora da área aos 36 minutos do segundo tempo.

Fede Valverde lançou da intermediária para a grande área, a zaga do Sevilla rebateu e Modrić dominou com categoria, abriu para a perna direita e mandou um chute lindo, longe do alcance de Nyland para marcar um golaço. Entretanto, na nascente da jogada, o zagueiro alemão Rüdiger, estava em posição irregular no momento do lançamento feito pelo uruguaio. A principal reclamação dos torcedores que pedem pela anulação do jogo é que o VAR deveria ter entrado em ação e avisado o árbitro que o zagueiro estava em posição irregular.

 

A situação se agrava ainda mais em relação ao fato de que Fernández Buergo não teria a certificação necessária para atuar como árbitro de vídeo, o que pode fazer com que o Sevilla entre com uma representação junto à RFEF, pedindo pela anulação do jogo. Resta saber como será o andamento desta situação e se a entidade máxima do futebol na Espanha vai acatar ao pedido, caso o clube da Andaluzia venha intervir em relação à atuação do VAR do confronto deste domingo.

Com a vitória, o Real Madrid alcançou a marca dos 65 pontos na tabela da La Liga, e está a oito de distância para o Barcelona, o qual é o mais novo vice-líder da competição com 57. O Girona enfrenta o Rayo Vallecano logo mais, às 17h na Catalunha e pode retomar o posto do time Blaugrana, que nesta rodada, goleou o Getafe em casa pelo placar de 4 x 0.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Esse é Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia e da Trivela. Jornalista especializado em Marketing digital é também narrador do Portal Futebol Interior e da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo