La Liga

Modric saiu do banco, foi genial como sempre e deu vitória ao líder Real Madrid diante de um valente Sevilla

Ancelotti promoveu a entrada de Modric na reta final da partida e foi recompensado com gol e vitória por 1 a 0 do Real Madrid

O Sevilla resistiu 80 minutos ao Real Madrid no Santiago Bernabéu, neste domingo (25), em duelo válido pela 26ª rodada de La Liga. Porém, quem tem Modric ao seu lado sempre tem esperança. O croata começou no banco, entrou na reta final da equipe e, minutos depois, anotou o golaço que deu a vitória por 1 a 0 aos merengues.

Agora, o Real Madrid é líder com oito pontos de distância para o Barcelona, vice-líder. O Girona, sensação do campeonato, termina a rodada em terceiro com 56. Com a derrota, o Sevilla estaciona na décima quinta posição com 24, apenas seis a mais do que o Cadiz, que abre a zona de rebaixamento.

Jogo começou tenso e com grandes defesas

O primeiro tempo começou animado. Aos sete minutos, En-Nesyri perdeu uma oportunidade de ouro para a equipe da Andaluzia. Ele foi acionado por Ocampos e, completamente sozinho, bateu para fora da meta.

Logo na sequência, Vini Júnior escapou pela esquerda e achou lindo passe para Lucas Vázquez. O espanhol bateu firme e balançou as redes adversárias. O VAR, contudo, chamou o árbitro Díaz de Mera para analisar uma falta de Nacho na origem da jogada. Após alguns minutos de muita reclamação de ambas equipes, o gol dos donos da casa foi invalidado.

Depois do lance, o jogo ganhou em tensão, com muitas faltas duras das duas equipes. Mais direto na hora de criar chances, o Sevilla, aos 14 minutos, teve uma boa chance com Ocampos batendo de fora da área e obrigando Lunin a fazer boa defesa.

O Real Madrid, como esperado, ficava mais com a bola, mas não conseguia agredir efetivamente o Sevilla. Vini Júnior, abusando dos dribles individuais, era o mais perigoso da equipe merengue.

A tensão seguiu alta durante toda a primeira etapa. Em determinado momento, o jogo ficou muito truncado, com muitas faltas e reclamação dos dois lados. Ainda assim, o Sevilla seguia mais confortável no seu plano de não sofrer pressão da equipe merengue. Aos 33, o Sevilla reclamou de um pênalti  de Vázquez em Romero, mas o árbitro mandou seguir.

Nos últimos minutos do primeiro tempo, o Real Madrid enfim voltaria a criar perigo para os visitantes. Aos 38 minutos, após boa trama merengue, Tchouaméni finalizou já dentro da área e quase abriu o placar no Bernabéu. Aos 46, Valverde acertou um lindo chute de fora da área, mas parou em bela defesa de Nyland.

Ancelotti mexe e Modric decide a partida

Precisando da vitória para manter a sua boa folga na liderança, o Real Madrid começou o segundo tempo assustando. Logo aos dois minutos, Brahim cruzou para Valverde, que bateu mascado e acertou a trave de Nyland.

O Sevilla deu a resposta e quase marcou na sequência. Ocampos achou Romero, que bateu de primeira, mas parou em defesa incrível de Lunin. A resposta merengue veio por meio da dupla brasileira. Rodrygo e Vini Júnior, logo nos lances seguintes, obrigaram Nyland a trabalhar.

Aos 6 minutos do segundo tempo, um lance inusitado. O árbitro Díaz de Mera sentiu uma lesão na panturrilha, foi até atendido pela equipe médica do Real Madrid, mas acabou substituído pelo quarto árbitro Fernández Buergo.

No segundo tempo, o Real Madrid teve mais volume ofensivo. Aos 23 minutos, Rodrygo obrigou Nyland a fazer outra defesa. Aos 25, Kroos bateu falta com perigo e Sérgio Ramos, lenda da equipe merenge, mas agora no lado Andaluz, fez corte providencial.

Para tentar tirar o zero do placar, Ancelotti promoveu uma mudança ofensiva. Aos 29, sacou Nacho e colocou Modric em campo. E, para variar, o croata fez a diferença. Em poucos minutos ele mostrou sua magia e mudou o jogo. Aos 35, Modric pegou um rebote da zaga, dominou já se livrando da marcação e bateu colocado para vencer Nyland. Gol de craque.

Depois do gol, já exaurido fisicamente, o Real Madrid tentou dosar o ritmo da partida, aguardando apenas o apito final e conseguiu sem ser muito incomodado. Mais 3 pontos para o líder e festa no Bernabéu.

Foto de Lucas Tomazelli

Lucas Tomazelli

Apaixonado por futebol desde as primeiras memórias de infância, Lucas é formado em jornalismo pela USP. Antes de integrar a equipe da Trivela, atuou na Jovem Pan Online, Grupo Bandeirantes de Comunicação e Yahoo Notícias Brasil.
Botão Voltar ao topo