La Liga

Salvo pela trave aos 45 do segundo tempo, Atleti vence Elche e fechará rodada na liderança de La Liga

Autor do gol da vitória, Llorente concedeu pênalti bobo aos 45 minutos do segundo tempo, mas Fidel parou na trave

Após a derrota na rodada passada para o Athletic Bilbao, o Atlético de Madrid se recuperou neste sábado (1), em duelo contra o Elche, fora de casa. Com gol de Marcos Llorente, que vive grande temporada individual, os Colchoneros venceram por 1 a 0 e garantiram a liderança de La Liga por mais uma rodada, jogando agora a pressão sobre os concorrentes Barcelona, Real Madrid e Sevilla. O triunfo, que pareceu seguro ao longo do jogo, foi colocado sob risco após vacilo de Llorente aos 45 minutos do segundo tempo, com um pênalti inexplicável cometido pelo meia. Para a sorte dos comandados de Diego Simeone, a trave estava do lado dos visitantes.

O primeiro tempo foi de domínio do Atleti, que controlou as ações e criou as melhores chances de gol, sobretudo pelo lado esquerdo do ataque. Logo aos 12 minutos, Luis Suárez teve grande oportunidade de marcar ao tabelar com Correa e bater rasteiro, à direita do gol de Gazzaniga. Quatro minutos mais tarde, o uruguaio chegou a balançar as redes após passe de Llorente, mas, por centímetros, o impedimento foi marcado.

Testando Gazzaniga, o Atleti buscou finalizar de média distância e levou perigo sobretudo com Lemar, que forçou o goleiro argentino a defender em dois tempos, evitando o que seria um frango. A pressão colchonera, por fim, daria resultado. Aos 23 minutos, Carrasco fez bonita jogada individual pela esquerda, deixou a marcação pelo caminho e entrou na área com a bola. No momento certo, tocou para trás, e Llorente chegou batendo para fazer 1 a 0, contando com desvio na defesa.

Ainda no primeiro tempo, aos 45 minutos, o Atleti pensou ter a oportunidade de ampliar o placar quando o árbitro assinalou pênalti aos visitantes após um chute de Correa bater no braço de um defensor do Elche. No entanto, após revisar o lance na tela do VAR à beira do campo, a decisão foi revertida.

Depois de um início de segundo tempo intenso do Atleti, com pressão nos cinco minutos iniciais, o Elche conseguiu equilibrar o duelo a partir do controle da posse de bola. Apesar disso, não chegou a criar chances de gol que verdadeiramente colocassem em risco a vitória da equipe de Diego Simeone no decorrer da segunda etapa.

Vendo a queda de rendimento do time, o argentino colocou João Félix e Koke em campo na segunda metade da etapa final, nos lugares de Lemar e Correa, mas a equipe não conseguiu repetir a qualidade que havia apresentado no primeiro tempo.

Quando tudo parecia definido, Llorente decidiu acrescentar um pouco de emoção ao duelo para os Colchoneros. Aos 45 minutos, após bola levantada na área do Atleti, o meia esticou o braço de maneira inexplicável e impediu o cabeceio do adversário com um toque de mão. Na frente do lance, o árbitro assinalou o pênalti. Na cobrança, Fidel tentou tirar do alcance de Oblak e carimbou a trave direito do goleiro esloveno.

Classements proposés par SofaScore LiveScore

O 1 a 0, sofrido, sem brilho e com uma dose de sorte, é suficiente para manter o Atlético de Madrid na liderança de La Liga até o fim desta 34ª jornada. Os Colchoneros abriram cinco pontos de vantagem para Barça e Real Madrid e seis pontos para o Sevilla. Os concorrentes, no entanto, ainda jogam nesta rodada.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo