La Liga

No retorno de Vini Jr, magia de Modric combinada com raça de Rudiger dá vitória ao Real Madrid contra o Mallorca

Com o resultado, Real Madrid vai aos 48 pontos e torce contra o Girona para se manter isolado na ponta da La Liga

Foi no sufoco, no sofrimento, mas o Real Madrid venceu o Mallorca pelo placar de 1 x 0, no retorno aos gramados de Vinicius Júnior, afastado por lesão desde novembro. A partida foi válida pela 19ª rodada da La Liga e disputada no Santiago Bernabéu na tarde desta quarta-feira (3). O gol do jogo foi marcado aos 33 da segunda etapa por intermédio do zagueiro alemão Rüdiger, que subiu alto no meio da defesa adversária, aproveitando cruzamento primoroso de Modric, o melhor jogador em campo, para marcar um belo gol de cabeça.

Vini Jr bem que tentou. Correu, driblou, deu uma linda caneta em Samu Costa no primeiro tempo e por pouco não marcou um golaço, porém, demonstrou irritação com a arbitragem devido à quantidade exacerbada de faltas cometidas sobre o atacante e acabou substituído por Brahim Díaz aos 15 minutos da etapa complementar. No mais, o time Merengue lutou muito, dominou a posse de bola e mereceu o resultado, que coloca o time madrilenho a três pontos de distância do Girona, que ainda joga na rodada diante do Atlético de Madrid.

Dentro de sua proposta de se defender e jogar nos contra-ataques, o Mallorca até que foi bem, colocou duas bolas na trave do goleiro Lunin e poderia ter saído do Santiago Bernabéu com um resultado mais satisfatório, entretanto, perdeu mais uma e estacionou na 14ª posição da La Liga com 18 pontos.

Real Madrid para na retranca do Mallorca em primeiro tempo nervoso

O Real Madrid foi ao ataque, ao seu melhor estilo, trocando passes de um lado para o outro, mas sem muita velocidade. Quando conseguiu acelerar a transição, chegou com perigo aos 12 minutos. Após bom cruzamento de Modric pela direita, Jude Bellingham tocou fraco, sem muita dificuldade para Rajkovic.

Aos 19 minutos, Vinicius Júnior teve sua primeira chance de marcar no seu retorno ao time Merengue. Após Bellingham brigar com a marcação, a bola sobrou para Modric, o croata deu um passe excelente para o brasileiro, que saiu na cara de Rajkovic, mas acabou errando o alvo, mandando à esquerda do gol.

Com alguma dificuldade para criar chances devido à retranca do Mallorca, o Real Madrid se aproveitou de uma saída de bola equivocada do Mallorca e quase marcou com Viniciús Junior. Rodrygo tomou a bola na intermediária, partiu em velocidade e serviu seu companheiro de seleção brasileira, que dominou, tentou limpar a marcação, mas finalizou mal, à direita do gol.

Vinicius Júnior, em mais um lance mágico, deu uma autêntica caneta em cima da marcação de Samu Costa e acertou um lindo chute de fora da área, obrigando Rajkovic a fazer grande defesa. Motivado em campo, o astro da seleção brasileira se movimentava muito em campo, buscando o jogo e mostrando que estava em condições de voltar aos gramados.

O Real Madrid passou a dominar mais as ações após os 35 minutos. Em nova triangulação pela direita, Carvajal encontrou Valverde, que invadiu a área e chutou à esquerda do gol. A equipe do Mallorca respondeu com muito perigo na sequência. Dani Rodriguez aproveitou espaço deixado pelo lado direito da defesa do time Merengue e cruzou com capricho, na cabeça de Antonio Sánchez, que subiu livre e mandou a bola no travessão do goleiro Lunin. A bola ainda bateu no chão, mas em cima da linha. A boa chance criada animou o time visitante, que aos 47 minutos, no último lance do primeiro tempo, teve mais uma oportunidade. Cyle Larin aproveitou confusão na área e chutou com muito perigo à esquerda de Lunin.

Mesmo jogando bem, Vinicius Júnior se irritou muito com a arbitragem de Alejandro Muniz Ruiz, assim como o restante dos jogadores e a comissão técnica do Real, que ficaram indignados por conta de algumas faltas não marcadas e com a postura agressiva do Mallorca, que bateu bastante e pouco foi punido.

Rüdiger marca lindo gol de cabeça e descomplica o jogo para o Real

Aos poucos, o time do Mallorca começou a gostar do jogo e mandou mais uma bola na trave com Samu Costa em um chute forte de fora da área, que assustou o goleiro Lunin. O Real Madrid teve uma chance incrível para marcar aos 23 minutos da etapa complementar. Após bela troca de passes no ataque do time Merengue, Modric achou Rodrygo na área, o brasileiro bateu cruzado para mais uma boa defesa de Rajkovic, no rebote, com o gol aberto Barheim Díaz quis inventar moda e fez o mais difícil, deu um peixinho, acertando a trave e perdendo um gol inacreditável.

Se pelo chão as coisas estavam complicadas, foi na base da força aérea madrilenha que o Real conseguiu abrir o marcador no Santiago Bernabéu. Antonio Rüdiger aproveitou cruzamento perfeito de Modric em cobrança de escanteio aos 33 minutos, para abrir finalmente o placar. No retorno de Vinicius Júnior, o time Merengue mostrou dificuldades para criar diante de um Mallorca que se fechou e tentou surpreender nos contra-ataques, porém, mesmo sem ser brilhante, foi eficiente, dominou a posse de bola e mereceu a vitória no Santiago Bernabéu.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Lucas de Souza é jornalista formado pela Universidade São Judas em São Paulo. Possui especialização em Marketing Digital pela Digital House, e passagens pelos sites Futebol na Veia e Futebol Interior.
Botão Voltar ao topo