Barcelona e Real Sociedad atravessam um início de temporada bastante distinto. Enquanto os bascos sonham com o título de La Liga, como não acontecia há anos, os catalães veem sua reformulação caminhar aos trancos e barrancos. Dentro do Camp Nou, a Real tinha uma excelente oportunidade para ratificar sua força no topo da tabela e abrir vantagem na primeira colocação. Porém, o Barça estragou esses planos com uma importante vitória para recuperar sua motivação, em sua melhor atuação nesta edição do Espanhol. De virada, os blaugranas buscaram o triunfo por 2 a 1 e diminuíram a distância em relação aos líderes, ainda que o caminho seja mais longo até tirar a diferença.

O começo da partida favorecia o Barcelona. Os anfitriões escaparam da marcação alta da Real Sociedad e conseguiram se posicionar no campo ofensivo, com recuperações rápidas. Era uma apresentação agressiva e muito dinâmica. Lionel Messi movimentava-se na frente e ajudava a organização, além de se entregar bastante sem a bola. Pedri era outro onipresente. Faltava um pouco mais de precisão na definição das jogadas, ainda que as primeiras oportunidades fossem dos blaugranas. Pedri, Messi e Antoine Griezmann tiveram finalizações perigosas, mas sem acertar o alvo. Mesmo sem se arriscar tanto, a Real abriu o placar aos 28. O tento nasceu a partir de uma cobrança de escanteio. A bola ficou viva na área e Portu tabelou com Robin Le Normand. Na linha de fundo, o atacante cruzou e Willian José se esticou na segunda trave para escorar.

O Barcelona não sentiu o baque e reagiu rápido para empatar. Aos 31, Messi fez um carnaval na área, mas a zaga afastou parcialmente o cruzamento. Depois, Griezmann pegou o rebote e Pedri tentou o passe, mas de novo os bascos bloquearam. A sobra, então, ficou com Jordi Alba. O lateral emendou um lindo chute de primeira, longe do alcance de Remiro. A partida se incendiou com os tentos. Marc-André ter Stegen negou a resposta de Adnan Januzaj, enquanto Griezmann acertaria o travessão depois de driblar o goleiro e Martin Braithwaite ainda desperdiçou um ótimo passe de Pedri, mesmo ficando sozinho na área. Ainda assim, o Barça viraria antes do intervalo. Aos 43, Alba recebeu na esquerda e percebeu a passagem de Frenkie de Jong, rolando para o meio-campista concluir na área. A arbitragem anotou inicialmente o impedimento, mas o VAR confirmou a validade da jogada.

O segundo tempo voltou pendendo ao Barcelona. Messi seria o primeiro a perdoar, ao disparar no campo de ataque, mas chutar fraco. Porém, Griezmann seria mais culpado pela diferença mínima, diante das chances que teve. O francês perdeu um lance sozinho na pequena área, ao errar bisonhamente a tentativa de carrinho, e também falhou pouco depois contra Remiro. A partir das alterações, a Real Sociedad ganharia forças para os minutos finais e ameaçaria o empate principalmente depois dos 25. Apesar disso, o Barça apresentou uma boa consistência defensiva – especialmente pelo miolo de zaga composto pelos garotos Ronald Araújo e Óscar Mingueza, com Clément Lenglet só entrando para os dez minutos finais.

A pressão se acentuaria principalmente com a participação de Alexander Isak. Pedri faria um desarme salvador contra o atacante, quando Ter Stegen já estavam batido. Na sequência, Nacho Monreal tentou e mandou para fora com perigo. Mas o lance mais importante para assegurar a vitória aconteceu aos 39, com duas defesaças de Stegen. O goleiro rebateu o tiro rasteiro de Willian José e fez um milagre na sobra, desviando com o pé a finalização de Isak. Depois disso, os bascos não teriam tantas forças para arrancar o empate. Melhor ao Barcelona, que pôde comemorar um triunfo que ajuda a moldar o espírito da equipe.

O Barcelona sobe para o quinto lugar em La Liga. Tem 20 pontos em 12 partidas, com duas vitórias consecutivas. Diminui a pressão sobre si, especialmente pelo peso do resultado desta quarta. A Real Sociedad está na segunda posição, com os mesmos 26 pontos do líder Atlético e do terceiro Real Madrid. O que preocupa os bascos é que o time já contabiliza 14 partidas, contra 11 dos colchoneros e 13 dos merengues. Os txuri-urdin não vencem há quatro rodadas.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore