La Liga

Gênio: como Ancelotti precisou de uma mudança para dar vitória ao Real Madrid

Mudança de posicionamento e entrada de Modric tiveram influência direta na vitória do Real Madrid por 1 a 0 contra o Sevilla

Carlo Ancelotti ficou muito perto de ser o treinador da seleção brasileira. Seja pelo currículo extremamente vencedor, ou pela forma como lida com jogadores, especialmente brasileiros, o italiano era o grande sonho da cúpula da CBF desde a saída de Tite, após a eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo.

E no último domingo (25), ele mostrou mais um motivo pelo qual o Real Madrid optou por permanecer e renovar o contrato do treinador até 2026. O time merengue vinha tentando bastante, mas estava complicado de abrir a retranca do Sevilla, em jogo pela La Liga. Mas uma mudança de Ancelotti mexeu no posicionamento de alguns jogadores, e teve participação direta no gol que assegurou a vitória por 1 a 0 da equipe, em pleno Santiago Bernabéu.

Ao contrário do que se pode imaginar, o golpe de mestre de Ancelotti foi mexer na defesa e no meio de campo, e não no ataque. Aos 30 minutos, o italiano tirou o Nacho Fernández para colocar Luka Modric. Para não deixar sua zaga desguarnecida, ele recuou o volante Aurelien Tchouameni para compor a linha defensiva com Antonio Rüdiger ao seu lado.

Participativo desde o momento em que entrou, Modric deu mais volume no meio de campo e aumentou o tempo de posse de bola do Real Madrid. E foi assim que 6 minutos após a sua entrada, o próprio croata anotou o gol merengue. Após bola tirada por Badé da área em lançamento de Valverde, o camisa 10 do Real aproveitou o rebote, limpou um defensor e deu um chute perfeito de fora da área para fazer o gol da vitória do líder do campeonato.

O que pode significar esse gol além da liderança?

O gol foi importante para o Real Madrid no campeonato, mas também foi para o próprio Modric. Atualmente com 38 anos, o meia perdeu espaço na equipe titular durante esta temporada, e marcou apenas o seu segundo gol pelo clube espanhol 2023/2024. Mesmo atuando menos do que em outras temporadas, o gol decisivo pode ser importante para saber qual será o próximo passo em sua carreira, se é que ele o dará.

Há pouco menos de um ano, Modric tinha renovado o seu contrato até junho deste ano. Com menos espaço, a possibilidade do clube optar por não contar com ele aumenta bastante. Mas mesmo assim, o croata segue firme no seu trabalho, e com o salvador gol, que deixou o Real Madrid agora com 65 pontos, isolado na liderança, espera ao menos uma nova oferta para outra renovação, completando assim 13 anos de serviços prestados ao Real Madrid.

A decisão final terá o dedo de Carlo Ancelotti. Em um Real Madrid desfalcado de outras estrelas como Bellingham e Camavinga, Modric mostrou ser importante. Mas tão importante quanto foi a ousada mudança de Ancelotti, que ao mexer em duas estruturas do seu time, conseguiu o gol salvador. Não é certo se o croata será sendo uma opção nos próximos anos, mas com certeza Ancelotti conseguirá reforçar o seu elenco, e o torcedor da equipe merengue poderá ver por mais duas temporadas os motivos de Florentino Pérez ter conseguido a renovação com o técnico. Azar do Brasil.

Foto de Vanderson Pimentel

Vanderson Pimentel

Jornalista formado em 2013, e apaixonado por futebol desde a infância. Em redações, também passou por Estadão e UOL.
Botão Voltar ao topo