La Liga

Eric Bailly tenta superar problemas de lesões recorrentes e busca novo recomeço no Villarreal

Em entrevista ao The Athletic, Bailly revelou que foi chamado diretamente por Mourinho para fazer parte do elenco do Manchester United

O marfinense Eric Bailly de 29 anos, já viveu momentos melhores na carreira, principalmente quando recebeu uma ligação de nada mais nada menos do que José Mourinho durante suas férias em seu país natal, o convidando a fazer parte do elenco dos Red Devils, no verão de 2016. Em entrevista ao The Athletic, o defensor, que busca uma nova chance na carreira defendendo o Villarreal, afirmou que não fossem pelas lesões, que o acompanham desde o início de sua trajetória profissional, poderia ter alcançado um nível muito maior na Europa.

O começo de Bailly pelos Red Devils foi avassalador, em 2017, o marfinense venceu três títulos em Old Trafford, faturando a Copa da Inglaterra, a Copa da Liga Inglesa e a Liga Europa, último campeonato internacional conquistado pelo United. Mesmo com algumas lesões neste período, o zagueiro tinha a confiança de Mourinho e a certeza de que voltaria ao time titular quando conseguisse se recuperar. Diversos problemas no tornozelo o tiraram de alguns jogos importantes naquela temporada, mas nada que atrapalhasse seu desempenho.

Tudo passou a mudar em 2018, quando Mourinho saiu do Manchester United. Bailly até temeu pela sua permanência no clube com a chegada de Solskjaer, porém, o norueguês também tinha a confiança depositada no zagueiro, que tentou se entregar ao máximo para permanecer em Old Trafford. Não obstante, o defensor passou por um dos piores momentos de sua carreira dali para frente. O jogador esteve entre os titulares somente em 67 jogos em três temporadas e meia pelos Red Devils muito por conta de suas lesões, que o fizeram sair do United em 2022.

A última partida de Bailly como titular do Manchester United aconteceu em 2021, sob o comando de Ralf Rangnick. Com as chegadas de Varane e Maguire, o marfinense acabou emprestado para o Olimpique de Marselha.

“Você se sente impotente porque não pode mudar nada quando está lesionado. Você não quer se sentir inútil, mas é exatamente isso que você sente. Você quer voltar a treinar, mas nos maiores clubes há uma competição enorme', afirmou Bailly.

Retorno ao Villarreal pode ser um novo impulso na carreira de Bailly

A passagem de Bailly pela França não teve muito destaque, pelo contrário, durou apenas 23 jogos. Após a saída do Olimpique, o marfinense acertou com o Besiktas o que se mostrou ter sido uma decisão ruim para a carreira do zagueiro, já que disputou apenas oito jogos e após duas semanas de sua chegada acabou retirado do time titular por conta dos maus resultados e do que a comissão técnica do time turco considerou como “incompatibilidade dentro da equipe”.

As lesões também acompanharam Bailly na Turquia, o que teria deixado a diretoria do Besiktas um tanto incomodada e impulsionado o processo de saída do clube. A solução para o zagueiro foi retornar ao Villarreal, time pelo qual teve seu primeiro destaque internacional após ter sido revelado pelo Espanyol. Esta é a chance de ouro para o marfinense tentar recuperar seu bom futebol e voltar a assumir o protagonismo dentro do cenário europeu, justificando um dia ter sido um dos zagueiros mais cobiçados do Velho Continente.

Bailly ainda é jovem, tem 29 anos e muita capacidade para retomar o futebol que fez José Mourinho o querer em seu time. Caso consiga fazer uma sequência de temporada sólida pelo Villarreal, jogando bem e ajudando seu time a conquistar uma posição de destaque na La Liga, ou na Liga Europa, poderá se tornar alvo de outros grandes clubes europeus em breve.

Eric Bailly reestreou pelo Villarreal na última rodada da La Liga, o Submarino Amarelo acabou derrotado por 3 x 1 e o marfinense entrou no lugar de Raúl Albiol, que saiu lesionado de campo. Caso o espanhol não volte a tempo do próximo jogo, o marfinense ganhará a chance de entrar como titular e se for bem, poderá assumir a titularidade na defesa ao lado de Jorge Cuenca.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Existe um ditado que diz que o bom filho a casa retorna não é? Pois bem, sou Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia, de volta ao site após quatro anos, e agora redator do Trivela, um dos maiores portais de futebol do Brasil. Sou jornalista, especializado em Marketing digital e narrador do Portal Futebol Interior e também da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo