La Liga

Empate movimentado frustra Sevilla e Villarreal, que seguem decepcionando em La Liga

Sevilla abre o placar já na reta final do segundo tempo, mas Morales mostra oportunismo no lance seguinte e empata para o Villarreal

Sevilla x Villarreal se enfrentaram neste domingo (3), no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, em jogo válido pela 15ª rodada de LaLiga. Uma partida extremamente física, brigada e marcada sobretudo pelo equilíbrio. O resultado disso? 1 x 1, que no final das contas foi ruim para os dois lados.

Com o empate, Sevilla e Villarreal não ganharam posições na tabela de classificação. Os Blanquirrojos seguem na 15ª colocação, agora com 13 pontos conquistados. Já o Submarino Amarelo é o 12º, com 16.

O Sevilla tentou mais, contudo o 0 a 0 não foi alterado no primeiro tempo

Pressionado em virtude da péssima campanha que faz no Campeonato Espanhol, o Sevilla entrou em campo decidido a dar uma resposta positiva para seu torcedor. Por isso, jogando em casa, tentou tomar a iniciativa na partida. Só tentou. Lento, o time do técnico Diego Alonso abusou dos erros de passe e facilitou a vida do Villarreal no início do duelo. O Submarino Amarelo, por sua vez, não fez muita força para produzir ofensivamente e pouco incomodou os donos da casa.

O jogo era chato, moroso e mal jogado. Pouquíssimas emoções e muitos erros técnicos de ambos os lados. Aos 17′ finalmente a primeira boa chance. E foi do Sevilla. Em bola despejada na área do Villarreal, a defesa visitante afastou mal e ela se ofereceu a Youssef En-Nesyri, que se esticou todo e desviou para fora. José Luis Morales teve a chance de responder em dois contra-ataques quase que consecutivos. Mas o experiente atacante do Submarino Amarelo não tocou e nem chutou e perdeu a posse, para desespero do técnico Marcelino García Toral.

Aos 30′, Fernando acionou Juanlu Sánchez no lado direito em descida rápida dos Blanquirrojos. O lateral dominou, levantou a cabeça e deu passe açucarado na direção de Djibril Sow, que arrematou de primeira. Um desvio providencial da defesa do Villarreal no meio do caminho impediu que o chute chegasse no gol de Filip Jörgensen. A pressão continuou e o jogo melhorou significativamente.

Nos acréscimos, En-Nesyri recebeu de Fernando e tocou na saída de Jörgensen. O arqueiro dinamarquês ergueu um muro e impediu o tento dos donos da casa. No rebote, mais um milagre. A finalização de Ocampos explodiu em Juan Foyth, que estava no lugar certo e na hora certa.

Sevilla abre o placar e Villarreal busca empate no lance seguinte

Diferente do primeiro tempo, a etapa complementar começou aberta e com emoção de sobra. Em menos de um minuto, Altimira desmontou a defesa do Sevilla e descolou belo passe para Álex Baena. Cara a cara com Marko Dmitrović, o camisa 16 chutou em cima do goleiro sérvio e perdeu a oportunidade de inaugurar o marcador. A resposta dos mandantes veio no lance seguinte. Ocampos cruzou e Lukebakio, livre de marcação, escorou por cima da meta.

A partida seguiu lá e cá. Tanto Sevilla quanto Villarreal não abriram mão de atacar. Em contrapartida, as defesas pecavam e concediam espaços de sobra. Aos 24′, Baena tentou de novo. O ponta-esquerda recebeu na área e fuzilou cruzado. Dmitrović apareceu novamente, e com os pés, efetuou a intervenção. Quem não faz, leva… Adrià Pedrosa cruzou na cabeça de Kika Pedrosa, que subiu mais que a defesa do Submarino Amarelo e testou no ângulo de Jörgensen.

Resiliente, o Villarreal não acusou o golpe e conseguiu o empate literalmente logo após a saída de bola no meio-campo. Alfonso Pedrazo recebeu na esquerda, cruzou rasteiro e encontrou Morales no meio da área. O centroavante só teve o trabalho de empurrar para as redes e assim o fez, decretando o empate. E cabia mais. A virada veio… Brereton Díaz puxou contra-ataque, passou por cima de Kike Salas e tocou na saída de Dmitrovi. Entretanto, após checagem no VAR, o árbitro viu falta do centroavante chileno no zagueiro e o tento acabou anulado.

Estatísticas de Sevilla 1 x 1 Villarreal – LaLiga 2023/24

  • Posse de bola: 57% x 43%
  • Faltas: 6 x 16
  • Chutes: 17 x 5
  • Chutes no gol: 4 x 4
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo