La Liga

Em um jogo sem grande brilho, Real Madrid comemora vitória com golaço de Asensio

A vitória foi protocolar. Contra um Eibar que não consegue nem de longe ser a equipe organizada e que trazia problemas aos adversários, o Real Madrid venceu com facilidade por 3 a 0. A partida teve pouco a ser destacado, mas vale olhar o belo gol de Marco Asensio.

LEIA TAMBÉM: A vitória veio, mas Barcelona tem desempenho baixo e conta com gol irregular para bater Málaga

Apesar de ter defendido o seu compatriota Karim Benzema no meio de semana, depois do comentarista e ex-jogador Gary Lineker dizer que o atacante é supervalorizado, o técnico Zinedine Zidane o colocou no banco. Aliás, a formação foi bastante diferente, inclusive com Marcelo também sendo poupado, ficando no banco e entrando no segundo tempo.

Zidane aproveitou a partida para atuar em uma formação com dois atacantes, em um 4-3-1-2. Na linha de meio-campo, Casemiro protegedeu a defesa, com Luka Modric e Dani Ceballos, um de cada lado, saindo para o jogo. À frente de ambos, Isco. No ataque, Asensio e Cristiano Ronaldo.

Um dos destaques do time, porém, ficou na linha defensiva. Kiko Casilla atuou no gol, Nacho na lateral direita e a zaga foi formada por Raphael Varane e Sergio Ramos, com Theo Hernández na lateral-esquerda. A escalação mostra uma das estratégia mais constantes de Zidane na última temporada: a rotação do elenco. Foi Varane quem se destacou com uma atuação impecável.

Durante o jogo, Zidane levou a campo Benzema no lugar de Asensio, Lucas Vazquez no lugar de Ceballos e Marcelo no lugar de Isco. Os gols foram marcados por Paulo Oliveira, contra, aos 18 minutos; Asensio, em um belo chute depois de passe de Isco, aos 28; e Marcelo, já no segundo tempo, aos 37, em uma tabela com Benzema.

O Real Madrid chega a 20 pontos, terceiro colocado na tabela do Campeonato Espanhol. O líder é o Barcelona, com 25, seguido pelo Valencia, com 21. O Atlético de Madrid vem em quarto, com 19.

Veja os melhores momentos da vitória merengue:

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo