La Liga

É um conto de fadas mesmo: Girona pode dizer que já bateu recorde em La Liga

Dentre os 63 times que jogaram a La Liga na história, apenas o Girona e mais oito possuem número igual ou superior de vitórias do que derrotas

Quem diria que quase após um turno completo da La Liga 2023/24 o líder seria o modesto Girona, pequeno clube da Catalunha e membro do Grupo City. No momento, eles têm vantagem de dois pontos para o vice Real Madrid, nove (!) para o Barcelona, terceiro, e 10 para o Atlético de Madrid – este, o quarto com um jogo a menos. O sonho não para por aí: a equipe treinada por Michel alcançou um novo recorde pelo Campeonato Espanhol, que o coloca entre os gigantes do país.

Com o resultado positivo de 3 x 0 frente ao Alavés na última segunda-feira (18), o Girona chegou a 50 triunfos por La Liga, igualando o número de revezes, além de 31 empates. Com isso, os catalães se juntam a outros oito clubes que na história da competição possuem número igual ou superior de vitórias do que derrotas dentre 63 times que já jogaram o Campeonato Espanhol na história, segundo levantamento do jornalista espanhol Pedro Martin.

Além do clube da Catalunha, podem ostentar essa marca Real Madrid (1.805 vitórias e 601 derrotas), Barcelona (1.743/653), Atlético de Madrid (1.385/815), Athletic Bilbao (1.294/1.002), Valencia (1.275/942), Sevilla (1.100/956), Real Sociedad (970/938) e Villarreal (366/292).

A tática e os números que explicam o Girona líder

Não é um acaso os Blanquivermells serem os líderes de La Liga. Eles jogam um futebol muito agradável, o melhor de se assistir ao lado do Real – talvez, até melhor. Como uma equipe que faz parte do conglomerado que o topo é o Manchester City, pratica um jogo posicional, ofensivo, de muita posse de bola e pressão. No momento quando tem a posse, a formação da equipe de Michel fica praticamente em um 3-2-5 ou 3-3-4, mesma forma que atuam os melhores clubes do mundo.

As estatísticas traduzem o que esse time faz dentro das quatro linhas. Tem o melhor ataque desta temporada com 41 gols, é o segundo clube que mais cria chances (60), quarta maior posse de bola (58%), quarto em passes certos por jogo (459.1) e o quarto que mais acerta cruzamentos (5.5). O último quesito, de bolas alçadas na área, talvez explique o porquê do centroavante Artem Dovbyk estar tão bem. Autor de 10 gols, o ucraniano ainda distribuiu quatro assistências e está atrás apenas de Jude Bellingham, do Real Madrid, na artilharia e em participações em gols.

Além do atacante, também brilham nomes brasileiros na equipe de Michel. Jogando bem abertos no momento ofensivo, Savinho, ex-Atlético-MG, e Yan Couto, ex-Coritiba, fazem uma ótima La Liga, os responsáveis pelas jogadas individuais nas pontas, dribles, velocidade e a precisão citada nos cruzamentos. Somados, têm 10 assistências no Campeonato Espanhol.

Mesmo com 17 rodadas disputadas, ainda é cedo para cravar que o Girona ganhará o título ou sequer disputará a taça jogo a jogo no final da competição. A discrepância dos elencos é enorme, a tendência é acontecer uma queda de desempenho. Natural, o grupo de jogadores atual entrega muito acima do que era esperado e uma vaga na próxima Champions League já seria um grande êxito.

O Real Madrid, mesmo lotado de lesões, ainda tem Bellingham, Rodrygo, Valverde, Kroos e Modric jogando e brilhando. O gigante Carlo Ancelotti parece ter um plano para toda adversidade enfrentada nesta temporada e, só dois pontos atrás do líder, deve roubar a ponta em algum momento pela qualidade individual e coletiva. O Barcelona de Xavi é uma gigante decepção e talvez nem tenha forças para conseguir brigar pelo bicampeonato. Em melhor fase, o Atlético de Madrid de Diego Simeone precisa firmar uma regularidade para entrar na luta e já mostrou futebol para alcançar isso.

Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Nascido e criado em São Paulo, é jornalista pela Universidade Paulista (UNIP). Já passou por Yahoo!, Premier League Brasil e The Clutch, além de assessorias de imprensa. Escreve sobre futebol nacional e internacional na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo