La Liga

Existe justiça no futebol: Betis insiste sem parar até vencer o Granada com ajuda de Isco em LaLiga

Isco foi o responsável por garantir mais três pontos para o Betis em LaLiga contra um enjoado Granada, que vive drama na zona de rebaixamento

Neste sábado (13), o Betis venceu o Granada por 1 x 0, no Estádio Benito Villamarin, pela 20ª rodada de LaLiga. Com o resultado, os Verdiblancos subiram para a 7ª posição do campeonato com 31 pontos, enquanto os Grenás continuaram na vice-lanterna com apenas 11 pontos. Apesar dos problemas internos, a equipe de Manuel Pellegrini se coloca na briga por vaga em competições europeias.

Um ponto atrás do Real Sociedad, o Real Betis quer manter a pegada para entrar no G-6 de LaLiga. Já o time de Alexander “Cacique” Medina continua afundado na zona de rebaixamento, cuja diferença para o Sevilla (primeiro time fora do Z-3) é de cinco pontos. Com objetivos bem diferentes na temporada, as equipes fizeram um jogo animado.

Como foi Betis x Granada por LaLiga

O Granada começou com tudo, tanto que, aos três minutos, Zaragoza cruzou da direita e o goleiro do Betis saiu mal do gol. A bola acabou sobrando para Boyé, que chutou em cima de Uzuni, que chegou a balanças as redes na pequena área. Contudo, a arbitragem assinalou o impedimento na jogada. Dali para frente, os Verdiblancos aproveitaram o fator casa para ir para cima dos Grenás.

Empurrado por sua torcida, o Real Betis arriscou sua primeira finalização aos 22 minutos do 1º tempo. Luiz Henrique ganhou uma disputa na esquerda e avançou até à linha de fundo para cruzar rasteiro para trás. A bola chegou em Diao, que chutou, mas em cima do goleiro. Cinco minutos depois, o Granada passou por um novo susto em sua defesa.

Isco tentou um chute de dentro da área, que foi desviado no meio do caminho. Por conta disso, ela sobrou limpa para Willian José na pequena área. Entretanto, os Grenás conseguiram se recuperar e evitaram o gol do brasileiro praticamente em cima da linha. No lance seguinte, os Verdiblancos continuaram pressionando através de um escanteio no primeiro pau. Luiz Henrique cabeceou, mas ela passou na frenta de Batalla.

Na mesma jogada, um rebote chegou até Guardado na entrada da área. Ele não quis nem saber e arriscou a finalização colocada. E ela poderia ter entrado no gol, se não fosse pelo desvio rival que mandou para escanteio. E isso foi tudo até a ida para o intervalo. O Granada não conseguiu chegar ao ataque novamente, enquanto o Real Betis pressionou os adversários, apoiado por sua torcida.

Existe justiça no futebol

O 2º tempo não foi muito diferente, já que os Verdiblancos mantiveram sua pressão sobre os Grenás. Aos 12 minutos, Roca soltou uma bomba da intermediária. Batalla se esticou para fazer a defesa quase no ângulo, evitando o gol do Betis. O Granda conseguiu se segurar na defesa por algum tempo, ao ponto que o próximo chute só aconteceu aos 29 minutos.

Isco recebeu lindo lançamento pelo alto na pequena área para finalizar por baixo. Batalla – sempre ele – fez um milagre ao mandar para escanteio. Entretanto, ele sozinho não poderia evitar o empenho dos Verdiblancos. Em jogada ensaiada, Fekir devolveu curto para o camisa 22, que passou a bola para Roca na grande área. Ele fez o pivô e passou para o meia espanhol, que chutou por baixo.

A bola resvalou na marcação no trajeto até o gol, matando o goleiro dos Grenás. Já aos 36 minutos da etapa final, o Betis sofreu um susto daqueles. O Granada conseguiu balançar as redes após uma linda enfiada de bola nas costas da defesa. Entretanto, o impedimento foi marcado pelo VAR na hora do passe. E isso foi tudo até o apito final.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo