La Liga

Betis arrancou empate, e agora apenas um ponto separa Atlético e Real Madrid na ponta da tabela

A briga pelo título espanhol pegou fogo de vez

Após vencer o Barcelona no Superclássico, o Real Madrid sentou-se no sofá neste domingo, esticou as pernas na mesinha e assistiu ao Atlético de Madrid ficar no empate por 1 a 1 com o Betis pela 30ª rodada do Campeonato Espanhol. Isso significa que agora apenas um ponto separa os rivais da capital espanhola no topo da tabela.

Mais preocupante aos colchoneros são as trajetórias opostas. O Atlético de Madrid teve um fortíssimo começo de La Liga, mas ganhou apenas quatro das últimas 11 rodadas. Enquanto isso, o atual campeão tirou quase toda a diferença com oito vitórias e dois empates nesse mesmo período.

O Barcelona, em terceiro lugar, segue muito vivo na briga também, apenas dois pontos para trás da primeira colocação, a oito rodadas do fim do torneio e ainda com um confronto direto contra o Atlético no Camp Nou.

Luis Suárez, responsável por 19 dos 52 gols marcados pelo Atlético de Madrid no Campeonato Espanhol, sentiu dores musculares durante a semana, ficou fora do jogo contra o Betis e pode ser desfalque até por mais tempo, o que seria um golpe duro às pretensões colchoneras de repetir o feito de 2013/14 quando foram campeões.

De qualquer maneira, com Ángel Correa e João Félix mais adiantados, o time de Diego Simeone começou forte contra o Betis e abriu o placar logo aos cinco minutos, com uma jogada bem trabalhada. Carrasco chegou pela esquerda, deixou com Félix, que lançou para Correa, que foi desarmado na cara de Claudio Bravo. A sobra ficou para Carrasco completar com o gol livre.

Aos 15, a chance de ouro de ampliar caiu na cabeça de Saúl, na segunda trave, mas Bravo fez uma ótima defesa na finalização à queima-roupa, e o Betis conseguiu o empate. Joaquín fez ótima jogada pela esquerda e deixou para Álex Moreno cruzar ao meio da área. Cristian Tello chegou batendo de chapa.

Antes do intervalo, Carrasco teve outra oportunidade pela esquerda, direto à rede pelo lado de fora, mas o Betis foi quem ficou mais próximo do segundo gol, com uma cabeçada a curta distância de Emerson em cobrança de escanteio logo no começo da etapa final.

O Betis dominou mais ações nesse período e exigiu uma grande defesa de Oblak, por volta dos 30 minutos. Tello cruzou o gramado para encontrar Diego Laínez, que dominou, tirou Renan Lodi para abrir à perna direita e bateu no canto. Oblak espalmou com uma das suas mãos.

Nos acréscimos, foi a vez de Bravo brilhar. Sime Vrsaljko escapou pela direita, soltou com Vitolo dentro da área, que tocou para trás e achou Correa chegando de frente. O argentino bateu rasteiro de primeira, e Bravo conseguiu espalmar. A defesa do Betis afastou o rebote.

Haveria uma última chance de levar os três pontos no minuto final. Carrasco deu um belo passe nas costas da defesa para deixar Correa cara a cara com Bravo, mais uma vez decisivo para segurar o empate do Betis. A sobra ainda ficou com Vitolo, que chutou mal demais.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

.

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo