La Liga

Barça não mereceu vencer o Atleti, mas quem tem Ter Stegen e Messi sempre tem chance

Atlético de Madrid e Barcelona enfrentaram-se neste domingo (1) na capital espanhola, e a partida foi tão acirrada quanto se podia esperar. O que parecia se encaminhar para um 0 a 0, diante da boa atuação dos goleiros, se tornou vitória blaugrana, com intervenção divina de Lionel Messi, autor do único gol no 1 a 0 do Barça sobre os colchoneros. O triunfo foi o primeiro dos catalães no Wanda Metropolitano e colocou o time na liderança de La Liga.

[foo_related_posts]

O Barcelona não apresentou nada de extraordinário para vencer o Atlético. Sem brilho ou algum indício de melhora significativa, Ernesto Valverde reforça a cada semana que não é o técnico certo para o Barça. Porém, mais uma vez, dois nomes vieram salvar a equipe: Ter Stegen lá atrás, Messi lá na frente.

No primeiro tempo, o Atleti foi superior, com muito mais volume ofensivo e forçando Marc-André Ter Stegen a trabalhar. Aos sete minutos, um cruzamento de Mario Hermoso desviou em Junior Firpo e acertou a trave. Aos 19, João Félix cruzou com precisão milimétrica para Hermoso, que finalizou como deveria, mas parou em defesaça de Ter Stegen. Aos 40, foi a vez de Morata ser frustrado pelo goleiro alemão. Depois de cobrança de escanteio, o espanhol cabeceou com força, para o chão, mas Ter Stegen fez outro milagre.

A melhor chance do Barça na primeira etapa veio também em escanteio, com Piqué acertando o travessão ao cabecear para encobrir Oblak.

Classificações Sofascore Resultados

No segundo tempo, as finalizações trocaram de lado, embora, com exceção do gol, o Barça não tenha criado oportunidades perigosas como as do Atleti na primeira etapa. De qualquer forma, finalizou mais (7 a 6) e acertou o alvo em quatro oportunidades, contra nenhuma dos colchoneros.

Para a sorte do time de Valverde, uma dessas quatro oportunidades veio dos pés de Lionel Messi. Aos 41 do segundo tempo, em jogada que já é uma de suas marcas registradas, tabelou em diagonal com Suárez e bateu forte, com curva, no canto direito de Oblak para decretar a vitória por 1 a 0 com um golaço.

Com o triunfo, o Barcelona impediu que o Real Madrid se distanciasse, igualou seus 31 pontos e assumiu a liderança, com mais vitórias e maior saldo de gols. De quebra, aumentou a vantagem para o Atleti para seis pontos, quando poderia ter sido igualado em caso de derrota. Os resultados do Barça na temporada são enganosos e não refletem o desempenho coletivo do time. O talento individual nem sempre virá ao socorro de Valverde. Mas desta vez, como em várias outras, veio.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo