La Liga

Atlético de Madrid consegue vitória agônica contra o Espanyol com pênalti no último lance do jogo

Sem uma grande atuação, mas acreditando até o final, o Atlético conseguiu a vitória que o mantém na briga pelas primeiras posições de La Liga

O Atlético de Madrid conseguiu uma vitória dramática diante do Espanyol neste domingo. Em uma partida decidida no último lance da partida, com um pênalti marcado pelo árbitro, os Colchoneros venceram por 2 a 1. Yannick Carrasco foi o nome do jogo com os dois gols da partida, o segundo deles no último lance do jogo, de pênalti. A vitória é importante para manter o time na briga pelas primeiras posições da tabela.

Ainda sentindo os efeitos de um jogo intenso contra o Manchester City, em que acabou eliminado da Champions League, o Atlético de Madrid entrou em campo precisando mais uma vez fazer muita força para sair de campo com o resultado. Desta vez, ao menos, conseguiu.

Depois de um primeiro tempo de poucas chances de gol, o técnico Diego Simeone resolveu mudar o time no intervalo. Fez três alterações: colocou em campo Matheus Cunha no lugar de Sime Vrsaljko, Yannick Carrasco no lugar de João Félix e Antoine Griezmann no lugar de Thomas Lemar.

O primeiro gol saiu aos seis minutos do segundo tempo. Griezmann acionou Ángel Correra, que tentou o drible, a bola espirrou para Matheus Cunha e o brasileiro fez o passe para Yannick Carrasco. O belga fez a finta dentro da área e finalizou bem para marcar 1 a 0.

O árbitro expulsou Geoffrey Kondongbia aos 25 minutos, quando ele tentou bloquear uma bola, que desviou no zagueiro Felipe antes, e tomou amarelo. Como já tinha um cartão amarelo sofrido no primeiro tempo, acabou expulso. Pior ainda para o Atlético foi que na cobrança de falta, Raúl de Tomás marcou, vencendo o goleiro Jan Oblak, que quase defendeu.

O jogo estava complicado e foi só aos 52 minutos que veio o lance decisivo. Em um cruzamento em escanteio, o árbitro viu que Raúl De Tomás saltou para bloquear a bola e acabou tocando com o cotovelo. Pênalti marcado para o Atlético. Carrasco, então, teve a responsabilidade e cobrou com categoria: 2 a 1 para o Atlético e vitória garantida.

O Atlético de Madrid é o quarto colocado com 60 pontos em 32 jogos, mesma pontuação do Sevilla (31 jogos) e do Barcelona (30 jogos). O Real Madrid é líder com 72. O Atlético na verdade olha para baixo na tabela: o Betis ainda ameaça a sua quarta posição e, com 57 pontos, ficou um pouco mais para trás com a vitória dos Colchoneros, mas a briga segue aberta. O Espanyol é o 12º colocado, com 39 pontos.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo