La Liga

Após um mês de Marcelino, Villarreal encara a Real Sociedad com nova aspiração na La Liga

Treinador espanhol terá uma prova de fogo ao enfrentar a Real Sociedad, sexto colocado do Campeonato Espanhol

O Villarreal não sabe o que é perder desde que Marcelino Garcia Toral assumiu o comando técnico da equipe há quase um mês. Forçado a renunciar ao cargo no Olympique de Marseille, o treinador espanhol agora terá uma prova de fogo ao enfrentar o sexto colocado da La Liga, a Real Sociedad, que tem se mostrado um time extremamente organizado, principalmente na defesa.

O caminho de Marcelino até o Villarreal foi turbulento. Isso porque o técnico saiu do Marseille após passar por muita pressão. Quando foi contratado pela equipe francesa, ele chegou como uma aposta do clube para apresentar um projeto mais concreto em busca do título da Ligue 1.

No entanto, o que se viu foi uma situação completamente oposta, com resultados negativos e muita cobrança por parte da torcida. Até que, em setembro, depois de uma longa reunião entre torcedores e a diretoria do Marseille, o técnico decidiu que não iria mais ficar no clube e foi demitido em comum acordo. Gennaro Gattuso foi quem assumiu a vaga após sua saída.

Em um comunicado, Marcelino apontou “ameaças pessoais que vão até à integridade física e moral (dos dirigentes) que o obrigaram a renunciar às suas responsabilidades”. Os líderes das torcidas organizadas do time negaram ter feito qualquer ameaça.

O bom filho à casa torna

Marcelino assinou contrato com o Submarino Amarelo até 2026, essa é a segunda passagem do treinador, que já ocupou o banco de reservas do time entre 2013 e 2016, época em que alcançou o acesso à primeira divisão da Liga. Na primeira passagem, o ex-jogador também conquistou a classificação para três competições europeias. Desde então, o Villa marca presença em quase todas as temporadas nesses torneios.

Em um resumo, o projeto de Marino no time da província de Castellón foi tão bem-sucedido no passado que se tornou um objeto de desejo quando as coisas começaram a ficar difíceis por lá nesta temporada. Ele assumiu o Villa na 14ª posição do Campeonato Espanhol com 3 vitórias, 3 empates e 7 derrotas em 13 rodadas.

Agora, após duas rodadas, a equipe subiu duas posições, e tem uma vitória e um empate.

Villarreal quer aspirar algo a mais com Marcelino

No próximo dia 13, Marcelino completa um mês inteiro à frente do Villarreal e pode alcançar os primeiros 30 dias de trabalho sem nenhuma derrota. Ele é tido como um dos treinadores mais competentes da Espanha nos últimos 15 anos. Aliás, ele carrega a fama ao montar “zebras” com o Villarreal. Em finais contra Barcelona, ele conquistou caneco com um elenco mais modesto.

Na Supercopa da Espanha de 2020-2021, por exemplo, Marcelino Garcia levantou o troféu superando o Barcelona na decisão. Antes, na semifinal, simplesmente eliminou o Real Madrid, que chegara ao torneio credenciado pelo título do Campeonato Espanhol de 2020.

Neste sábado começa a nova escalada de Marcelino para elevar o potencial de uma equipe teoricamente considerada mais modesta. O desafio será grande ao receber a embalada Real Sociedad, mas nada que abale a confiança do treinador.

– Temos que fazer um grande jogo e ser decisivos nas áreas. Na verdade, aos poucos vamos dando menos opções de gol ao adversário e no ataque também demonstramos fluidez na iniciação. Esse é o caminho. A equipe rival vai nos colocar em dificuldades e vai exigir muito esforço e boas decisões, mas temos condições de fazê-lo. Temos que fazer do Estádio La Cerámica um campo muito difícil para os rivais – disse em coletiva. 

Foto de Livia Camillo

Livia Camillo

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário FIAM-FAAM, escreve sobre futebol há cinco anos e também fala sobre games e cultura pop por aí. Antes, passou por Terra, UOL, Riot Games Brasil e por agências de assessoria de imprensa e criação de conteúdo online.
Botão Voltar ao topo