Espanha

Em alta na Espanha, Johnny pode render novo valor milionário ao Internacional

Destaque no Real Betis, Johnny desperta interesse de gigantes do futebol europeu, que podem pagar até 30 milhões de euros para contratá-lo

Vendido pelo Internacional para o Real Betis no final de 2023, por 6 milhões de euros (cerca de R$ 33 milhões) e gatilhos, Johnny pode render mais uma bolada aos cofres colorados em breve. Destaque na equipe de Sevilha, o volante de 22 anos já desperta interesses de clubes como Barcelona, Atlético de Madrid, Borussia Dortmund e RB Leipzig.

A informação foi divulgada, inicialmente, pelo Diario de Sevilla. De acordo com a publicação, o Betis aceita vender Johnny — que tem contrato até 2029 e multa rescisória de 80 milhões de euros (R$ 439,2 milhões) — por 30 milhões de euros (R$ 164,7 milhões). Deste montante, o Inter teria direito a 20%. Curiosamente, seriam mais seis milhões de euros (R$ 33 milhões), o mesmo valor pelo qual o volante colorado foi vendido para o Betis.

No entanto, esse valor pode aumentar, principalmente por conta da concorrência pesada de interessados em Johnny. Além dos clubes supracitados, equipes da Itália e da Inglaterra também estariam monitorando o volante, que pode se valorizar ainda mais no fim de La Liga, e na disputa da Copa América, no final de junho, em que sua seleção, a dos Estados Unidos, será sede.

Menos de 15 jogos pelo Betis foram necessários para Johnny despertar o interesse de gigantes

O que mais impressiona é como Johnny conseguiu despertar interesse de gigantes do futebol europeu em tão pouco tempo atuando no Velho Continente. Na encantada torcida do Betis, há quem diga que essa foi a melhor contratação da história do clube em uma janela de transferências de inverno. A imprensa local ressalta que os 6 milhões de euros (R$ 33 milhões) pagos ao Internacional foram pouco considerando o acréscimo dado pelo volante estadunidense à equipe.

A estreia de Johnny pelo Betis aconteceu no dia 21 de janeiro, na derrota por 4 a 2 para o Barcelona, pela La Liga. E ele entrou para não sair mais do time, formando dupla de volantes com o argentino Guido Rodríguez no 4-2-3-1 de Manuel Pellegrini, e deixando William Carvalho, da Seleção Portuguesa, que está desde 2018 no clube de Sevilha, no banco de reservas.

Johnny se destaca principalmente pelos aspectos defensivos. Em 14 jogos pelo Betis, soma impressionantes 82 bolas recuperadas, 38 desarmes, 26 interceptações e 105 duelos ganhos, sendo o primeiro time nesses três últimos quesitos.

Mas o volante também já tem um gol e duas assistências pelo Betis. O primeiro tento pelos Verdiblancos ocorreu na vitória por 3 a 1 sobre o Athletic Bilbao. Johnny se posicionou na entrada da área para receber passe de Nabil Fekir e acertar bonito chute cruzado e colocado. Ele também deu assistência para Willian José no triunfo sobre o Cádiz e para William Carvalho na derrota para o Atlético de Madrid.

O bom desempenho do volante lhe rendeu o prêmio de melhor jogador sub-23 da La Liga em fevereiro, seu segundo mês na Espanha. Vale lembrar que, nessa disputa mensal, estão nomes como Lamine Yamal, do Barcelona, e Vinicius Jr., Rodrygo e Bellingham, do Real Madrid. Não por acaso, o clube blaugrana é um dos interessados na contratação de Johnny.

 

Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho e formado em Jornalismo pela PUC-RS, já passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. É, também, coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo