Espanha

Hazard: “O Real Madrid gastou muito dinheiro em mim. Quero devolver algo a eles”

Contratado por € 115 milhões em 2019, Hazard ainda não foi o jogador que se espera no Real Madrid, mas ele diz que ainda há três anos para mostrar isso

O belga Eden Hazard está com a seleção belga e deu entrevista à HLN, da Bélgica. Comentou sobre o seu momento no Real Madrid, as lesões, a expectativa e que espera ainda reverter a situação. Contratado por € 115 milhões em 2019, o jogador tem sofrido com lesões e não conseguiu ter continuidade no clube. Está na sua terceira temporada pelo clube, ainda buscando o seu espaço e tentando engrenar.

LEIA TAMBÉM: Thorgan ou Eden? Para Kylian Hazard, o melhor entre os irmãos ainda está por vir: Ethan Hazard

Na sua primeira temporada, Hazard jogou apenas 22 partidas, com um gol e sete assistências. No total, ele ficou 26 jogos afastados por lesões, que passaram por lesão no adutor, no tornozelo, uma fratura no pé e uma fissura na fíbula. Na segunda temporada, 2020/21, foram 21 jogos disputados, com quatro gols marcados e uma assistência. Ficou 26 jogos ausente por lesão.

“As pessoas pensam que estou sempre lesionado. Essa é a verdade. Mas se você repassar a minha carreira, não há um jogador que durante 10 anos tenha jogado tantas partidas como eu. Faço o que tenho que fazer. Trabalho diariamente com o preparador físico desde o início da temporada e temos feito um grande trabalho. No momento, estou bem, estou 100%”, disse o jogador em entrevista à HLN, da Bélgica.

“Às vezes foi difícil ficar lesionado. Você quer jogar e está no clube tentando, mas tem dor. Esses são os piores momentos. Às vezes é difícil de entender: você faz tudo que precisa fazer e nem isso ajuda. Então, de repente você não quer fazer mais nada (risos)”, comentou Hazard.

“O Real Madrid gastou muito dinheiro em mim. Quero devolver algo a eles. Assinei por cinco anos. Os dois primeiros não foram bons, mas tenho mais três para demonstrar o que valho. Espero que funcione, espero me levantar uma manhã e estar treinamento perfeitamente. Se continuar com dor aqui, arrasto para os jogos e vou continuar tendo. Estou esperando o momento em que posso provar meu valor”.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo