Espanha

Anunciado no Barcelona, Hansi Flick já tem a primeira dor de cabeça para resolver

Barcelona comecará a temporada com oito zagueiros de origem; Hansi Flick deve informar com quem conta e quem poderá ser dispensado

Hansi Flick foi anunciado como técnico do Barcelona no início desta quarta-feira (29). Após se reunir com Deco e Bojan Krkić, que fazem parte da diretoria do clube na semana passada, ele assinou contrato até 2026 após a dispensa de Xavi Hernández como técnico do time blaugrana.

E mal chegou para o seu primeiro desafio como técnico fora de times e da Seleção Alemã, o novo treinador já terá um papel fundamental para a remontagem do time para os próximos anos. A sua primeira tomada de decisões será em relação à alta quantidade de zagueiros existente no plantel atual do Barcelona.

Fora os seis zagueiros que fizeram parte da equipe ao longo de 2023/2024, outros dois defensores que estavam emprestados voltarão à capital catalã. Entre lesionados, insatisfeitos e jogadores que atuaram em outras posições, Flick será o grande responsável por definir com quem contará a partir da próxima temporada. Confira a situação de cada um dos zagueiros que pertencem ao Barcelona.

Ronald Araujo

Talvez o principal nome entre os defensores do elenco atual, Araujo é visto com bons olhos tanto pelos torcedores como pelos diretores do clube. Com 1.92 de altura e muita velocidade, ele tem um estilo que agrada a Flick, que conta com ele. Porém, sua situação não é tão simples. O uruguaio vem sendo alvo de outros clubes, e uma proposta de mais de 100 milhões de euros poderia fazer com que o Barça, atolado em dívidas, vendesse o defensor.

Pau Cubarsí

Uma das grandes revelações da temporada, Cubarsí é visto como intocável no Barcelona. Mesmo com apenas 17 anos, o zagueiro se tornou titular absoluto do time de Xavi, e inclusive foi convocado para a Eurocopa pela Espanha. Como foi revelado nas categorias de base do clube, Cubarsí indiretamente faz parte da estratégia de contratações do Barcelona, já que ele também poderia ser inscrito na La Liga como atleta do time B.

Andreas Christensen

Christensen foi importante para o time de Xavi principalmente na segunda metade da temporada, mas não no lugar em que o dinamarquês se sente mais confortável. Por conta de lesões e do desempenho abaixo do esperado de Oriol Romeu, Christensen jogou muitas partidas como primeiro volante. Mesmo tendo qualidade para isso, não é a posição que o zagueiro se sente mais confortável.

Jules Koundé

Outro atleta insatisfeito com a improvisação é Jules Koundé. O francês se destacou pelo Bordeaux e pelo Sevilla jogando de zagueiro, mas no Barcelona atuou quase sempre como lateral-direito. Por mais que tenha interesse em permanecer e contrato até 2027, Koundé, assim como Christensen, deseja atuar em sua posição de origem.

Iñigo Martínez

Iñigo Martínez optou por deixar o Athletic Bilbao e assinou contrato com o Barcelona como agente livre no início desta temporada. Porém, lesões e o desempenho melhor de outros atletas o colocaram em segundo plano. Mesmo assim, o Barcelona conta com o jogador. Mas com Flick, a situação pode mudar, mesmo ele sendo canhoto, com boa saída de bola e experiente.

Eric García

O zagueiro com passagem por La Masia vai voltar ao Barcelona cheio de moral. García foi um dos pilares da defesa do Girona, grande surpresa da temporada no futebol espanhol. Xavi contava com o retorno do zagueiro, e o próprio jogador tinha o desejo de voltar ao Barcelona. Mas com a alta quantidade de defensores no plantel atual, não se descarta que ele, que tem contrato até 2025, seja novamente emprestado para o Girona, em sua primeira participação na Champions League.

Clement Lenglet

Outro atleta que volta de empréstimo é Lenglet. Sem conseguir ser titular no Aston Villa, o francês não convenceu o time inglês a comprar os seus direitos econômicos. Com contrato até 2026, o Barcelona não conta com ele, e gostaria de vender Lenglet. É possível que o atleta rume para a Arábia Saudita ao longo do próximo mercado de transferências.

Mika Fayé

Outro atleta no fim da fila é Mika Fayé. O senegalês de 19 anos vem se destacando no time B do Barcelona e chegou a ser relacionado por Xavi, mas não chegou a estrear com o time principal do Barcelona. Sem tanto espaço, é possível que o zagueiro deixe a equipe na janela de transferências, mas ainda não se sabe se em definitivo ou por empréstimo.

Foto de Vanderson Pimentel

Vanderson Pimentel

Jornalista formado em 2013, e apaixonado por futebol desde a infância. Em redações, também passou por Estadão e UOL.
Botão Voltar ao topo