Espanha

Guardiola no Barcelona? Treinador é enfático ao responder quando voltaria ao time catalão

Atual técnico do Manchester City falou sobre o assunto durante entrevista em uma competição de golfe

Além de ser um dos maiores técnicos da história recente do futebol, Pep Guardiola é amante de outro esporte, o golfe. O treinador é patrocinador do Legends Trophy, torneio que reúne ex-jogadores.

Nesta segunda-feira (10), o comandante do Manchester City marcou presença no Empordà Golf Club, em Girona, na Espanha, e concedeu uma entrevista para a imprensa.

Entre diversos assuntos abordados, Guardiola foi questionado sobre um possível retorno ao comando do time do Barcelona.

No entanto, quem esperava uma resposta saudosista do espanhol, percebeu que sua passagem na Catalunha ficou para trás, sem novas perspectivas de retorno. 

“A porta está fechada (no Barcelona), estamos mais velhos agora”, respondeu Guardiola.

Guardiola fez sucesso como treinador do Barcelona (Foto: IMAGO / Marca)
Guardiola fez sucesso como treinador do Barcelona (Foto: IMAGO / Marca)

O treinador também comentou sobre as comparações feitas com Xavi, e como seu estilo de jogo pode ter influenciado no trabalho do agora ex-treinador da equipe catalã. 

Guardiola também foi contundente ao dizer que não teria como influenciar no sucesso de Xavi no Barcelona. Fora do Camp Nou há 14 temporadas, o comandante também aproveitou para alfinetar a imprensa, ao criticar sobre tais comparações feitas entre os profissionais.

“Garanto que a culpa não é minha. O que poderia ter acontecido não é culpa minha, estou fora do Barcelona há 14 anos e não sou suspeito de nada nesse sentido. São vocês que fazem essas comparações. Eu não as fiz” , ponderou o treinador.

A era do Barcelona sob o comando de Pep

Entre 2009 e 2012, o Barcelona de Guardiola encantou o mundo do futebol, com um estilo de jogo, até então, pouco replicado na época.

Na era do futebol compacto e com cada vez menos espaço para se jogar em campo, o time catalão fez da posse de bola sua principal arma, envolvendo grandes adversários por meio de um toque refinado, e colocando o planeta sob seu domínio no âmbito futebolístico.

Foram 14 conquistas durante este período. Guardiola comandou um dos esquadrões mais memoráveis da história do esporte bretão, unindo vários estilos de jogo em um só.

Desde o futebol total da Holanda de 1974, passando pelo conceito de pressão de Bielsa e Arrigo Sachi, transitando também pela fantástica seleção brasileira de 1982.

Foi a mistura de conceitos, aplicados a um processo de gestão ímpar, que possibilitou a Guardiola ser considerado um dos maiores treinadores do mundo, a partir do seu trabalho na Catalunha.

A partir do sucesso do Barcelona, outros treinadores tentaram repetir a mesma filosofia de trabalho em seus clubes, mas o comandante espanhol não se limitou apenas ao que deu certo na Espanha.

Adaptando sua própria forma de trabalhar na Alemanha, durante seu ciclo no Bayern de Munique, e agora no Manchester City, Guardiola contribuiu para mais uma revolução tática no futebol.

Transitando entre o jogo mais posicional, mas mantendo-se convicto da importância do domínio em todos os setores do campo, o técnico espanhol continua evoluindo seu modelo de jogo, se mantendo no topo entre os técnicos mais importantes da história do esporte.

As conquistas de Guardiola no comando do Barcelona

  • Dois títulos da Champions League: 2008/2009 – 2010/2011
  • Dois títulos da Supercopa da Uefa: 2009/2010 – 2011/2012
  • Dois Mundiais de Clubes da Fifa: 2009 – 2011
  • Três títulos da La Liga: 2008/2009 – 2009/2010 – 2010/2011
  • Dois títulos da Copa do Rei: 2008/2009 – 2011/2012
  • Três títulos da Supercopa da Espanha: 2009/2010 – 2010/2011 – 2011/2012
Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Lucas de Souza é jornalista formado pela Universidade São Judas em São Paulo. Possui especialização em Marketing Digital pela Digital House, e passagens pelos sites Futebol na Veia e Futebol Interior.
Botão Voltar ao topo