EspanhaEuropaItália

O golaço sem esforço de Bale lembra os madridistas por que o galês custou tão caro

Quando um time que já contava com Di María, Modric, Benzema, Cristiano Ronaldo e Gareth Bale, entre outros, ainda vai atrás de dois dos melhores da Copa do Mundo, Kroos e James Rodríguez, isso é um sinal de que titularidade não é algo que se possa garantir com tanta antecedência nessa equipe. E é por isso que, após apenas uma temporada no Real Madrid, Bale tenta relembrar aos madridistas por que custou tão caro aos cofres do clube e por que ainda merece o mesmo lugar de destaque após a chegada de mais estrelas. Se depender do golaço de ontem, o galês já cumpriu sua missão.

VEJA TAMBÉM: Manchester United e Roma fizeram um jogo de golaços nos Estados Unidos

Neste sábado, Real e Inter se enfrentaram em Berkeley, na Califórnia, por um torneio amistoso, e os italianos acabaram vencendo o confronto nos pênaltis após um empate por 1 a 1 (vocês sabem como são os americanos; para eles, é simplesmente estranha essa história de um jogo terminar em empate). No entanto, todo o destaque do jogo ficou com o dono da camisa 11 merengue. Ainda aos dez minutos de partida, Bale abriu o placar com um chutaço incrível, sem demonstrar muito esforço para conseguir tal efeito na bola. Seja lá como Ancelotti pretenda escalar todas as estrelas com que conta, o galês lembrou que uma vaga tem de ser dele.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo