AlemanhaBrasilEspanhaEuropaInglaterraItáliaPortugal

Finais de estaduais começam no Brasil, mas na Europa já podemos ter dois campeões

Depois de meses arrastados, os campeonatos estaduais começaram a pegar fogo com as quartas e semifinais nos últimos finais de semana. Agora, chegou a hora do filé. As principais decisões vão ser disputadas neste final de semana, em São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Ceará. Enquanto isso, na Europa, dois capitães podem preparar o braço para levantar o troféu.

CONFIRA: Programação de TV do final de semana

A situação mais tranquila é a do Bayern de Munique. Precisa apenas vencer o Hertha Berlim, em casa, e torcer para o Wolfsburg não ganhar do Borussia Monchengladbach, fora, para levar o tricampeonato. Na Itália, a Juventus tem o dérbi contra o Torino pela frente, e se sair com os três pontos, torce contra Roma e Lazio para arrematar o tetra.

O Chelsea não garante o título, mas coloca nove dedos na taça se vencer o Arsenal, no Emirates, no duelo entre líderes na Inglaterra. O Barcelona precisa ganhar o clássico da Catalunha para manter a vantagem para o Real Madrid, e em Portugal, Benfica e Porto fazem um grande duelo pela primeira colocação. E essas são apenas algumas atrações.

Jogão

Arsenal x Chelsea
Domingo, 12h00 (ESPN Brasil)

É agora ou nunca. Caso o Chelsea consiga arrancar um empate, o título inglês está praticamente definido. Uma vitória do Arsenal empurra o drama para as próximas rodadas e reduz a diferença para sete pontos a cinco rodadas do fim. Até porque, o time de Arsène Wenger está impossível. Emendou oito vitórias seguidas e busca a nona. Resta saber quanto ainda tem de fôlego.

O Chelsea está mais preocupado em administrar o cansaço, apesar de estar focado apenas no Campeonato Inglês. O desempenho caiu nas últimas rodadas. Empatou três jogos em casa desde o final de janeiro e precisou de falhas do goleiro adversário para vencer Stoke e QPR, com um placar apertado. Contra o Manchester City, jogou na base do pragmatismo de Mourinho para arrancar a vitória por 1 a 0. A tendência é que mais uma vez o treinador entre em campo com o regulamento debaixo do braço.

O clássico

Torino x Juventus
Domingo, 10h00 (Fox Sports)

A realidade das duas equipes de Turim pode ser muito diferente no momento, com a Juventus concentrada na semifinal da Champions League contra o Real Madrid, mas o dérbi do próximo domingo pode valer para ratificar a hegemonia da atual campeão. Liderada por Carlos Tevez, a Velha Senhora pode ser campeã caso vença o Torino e Lazio e Roma sejam derrotadas. Garantir o troféu no clássico local seria interessante para a Juventus. Garanti-lo o mais rápido possível para voltar todas as suas atenções para a Liga dos Campeões, mais ainda.

O cara

Nilmar
Grêmio x Internacional
Domingo, 16h00 (Globo, PFC)

Nilmar, do Internacional
Nilmar, do Internacional

O Internacional cresceu bastante de rendimento nas últimas semanas e um dos motivos é a boa fase de Nilmar. Semana passada, fez dois gols e deu uma assistência na goleada sobre o Universidad de Chile. Seus próximos tentos estão reservados para o segundo grande objetivo do primeiro semestre: vencer o Grêmio no Campeonato Gaúcho. Apenas uma das muitas decisões estaduais que começam neste final de semana.

Fique de olho

Borussia Monchengladbach x Wolfsburg
Domingo, 12h30 (ESPN)

O grande jogo da rodada do alemão coloca o quarto colocado contra o segundo, com um pequeno detalhe: caso o Wolfsburg não consiga vencer o Borussia Monchengladbach, fora de casa, um resultado normal, o Bayern de Munique garante o título com quatro rodadas de antecedência se bater o Hertha Berlim no sábado, em casa, um resultado, convenhamos, ainda mais normal. Duas coisas são prováveis no final de semana: um bom jogo em Monchengladbach e o tricampeonato do Bayern de Munique.

Manchester City x Aston Villa
Sábado, 13h30 (Fox Sports)

O Manchester City pode pisar em campo pressionado no último jogo do sábado na Inglaterra. Duas horas e meia antes, o Liverpool enfrenta o West Brom e uma vitória contra o 13º colocado deixaria a equipe vermelha a quatro pontos de distância com um jogo a menos. Contando todas as competições, o City perdeu seis partidas nas últimas nove. Não surpreende que Pellegrni esteja balançando no cargo. Por outro lado, o Aston Villa está em festa depois de eliminar justamente o Liverpool e alcançar a final da Copa da Inglaterra. Entusiasmo que pode atrapalhar a caminhada do time azul de Manchester rumo a mais uma Champions League.

Palmeiras x Santos
Domingo, 16h00 (Globo, PFC)

Os melhores times paulistas no começo do ano eram Corinthians e São Paulo, com melhores elencos e trabalhos em andamento. O Santos enfrentava crise financeira e o Palmeiras quase foi rebaixado ano passado. E não é que os dois patinhos feios vão decidir o título estadual? A disputa começa domingo, no Allianz Parque. Significa um pouco mais para o Palmeiras, que não levanta o troféu desde 2008. O Santos, no entanto, apesar de um time jovem, tem a experiência: faz a sua sexta decisão seguida de Paulistão.

O reencontro

Benfica x Porto
Domingo, 13h00 (ESPN+)

Jackson Martínez voltou de lesão e, se as quartas de final contra o Bayern de Munique acabaram sendo decepcionantes para o Porto, pelo menos o colombiano conseguiu fazer todo mundo pensar mais uma vez: por que ele ainda não foi para um centro maior do futebol europeu? A resposta provavelmente é o alto preço que a diretoria do clube sempre pede pelos seus craques. E com eles, enfrenta o Benfica, em Lisboa, com nada além da vitória em mente para igualar os 74 pontos do líder e tentar uma arrancada para recuperar o título. Um resultado interessante seria devolver a derrota por 2 a 0 no Estádio do Dragão na primeira rodada. Os dois melhores times de Portugal reencontram-se na reta final com muito ainda em jogo.

O brasileiro

Neymar
Espanyol x Barcelona
Sábado, 11h00 (ESPN Brasil)

Neymar, craque do Barcelona (Foto: AP)
Neymar, craque do Barcelona (Foto: AP)

Jogo de volta das quartas de final da Champions League, e quem decidiu a partida contra o Paris Saint-Germain não foi Messi, nem Suárez, nem Iniesta. Foi Neymar. Com dois gols, chegou a 30 na temporada em 41 partidas, uma marca digna de um dos melhores atacantes do mundo. Agora tem pela frente a missão de vencer o segundo time da Catalunha para manter o Barcelona à frente do Real Madrid a cinco rodadas do final. No momento, são dois pontos de vantagem, uma diferença que pode cair se depender do Espanyol e do Real. Ou no mínimo se manter se depender de Neymar.

A zebra

Atlético Mineiro x Caldense
Domingo, 16h00 (Globo, PFC)

A Caldense já foi bem longe. Liderou a primeira fase do Mineiro e obrigou que Atlético Mineiro e Cruzeiro enfrentassem-se nas semifinais. Eliminou o Tombemse e agora tem o grande desafio pela frente. A decisão contra o Atlético começa no Independência, onde o anfitrão é quase imbatível. A principal missão da sensação de Minas Gerais é manter a disputa viva para o jogo de volta. E talvez semana que vem concretizar a zebra.

Vale uma zapeada

Inter x Roma
Sábado, 15h45 (ESPN Brasil)

Internazionale e Roma são dois clubes que já travaram duelos importantes, alguns deles pela Copa Itália, inclusive, mas o jogo do próximo sábado não vale tanto. Para a Roma, meramente administrar o cinco pontos de vantagem que tem para o Napoli, encaminhar a vaga na Champions League e continuar na briga pelo segundo lugar. Para a Inter, em 10º, apenas que mais uma temporada medíocre está chegando ao fim. Ainda assim, vale uma zapeada porque o jogo tem bastante tradição.

Passe Longe

Stoke x Sunderland
Sábado, 11h00 (Fox Sports 2)

Não é nem porque o Stoke é apenas o nono colocado da Premier League, e o Sunderland, o 16º, mas também porque nenhum dos dois times preza pelo futebol belo. Será aquele jogo duro. Duro de assistir.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo