Espanha

Douglas Luiz é emprestado ao Girona, um projeto referendado pelo próprio City na Espanha

O Girona será uma das novidades do Campeonato Espanhol nesta temporada. O clube catalão fará a sua estreia na elite nacional, após terminar com o vice-campeonato da segunda divisão na última temporada. E será interessante acompanhar os alvirrubros não apenas pela jornada inédita, como também pela quantidade de promessas que pintarão em seu elenco. Nesta terça, a diretoria anunciou quatro reforços de uma só vez: Douglas Luiz, Marlos Moreno, Aleix García e Pablo Maffeo. Todos eles, emprestados pelo Manchester City. E os laços com os mancunianos vão muito além do pacotão de reforços.

VEJA TAMBÉM: Girona jogará La Liga pela primeira vez em 87 anos de história

Desde 2015, o City aparece entre os parceiros do Girona. Naquele momento, o clube passou a ser gerido por um grupo de mídia francês, que sanou as dívidas e evitou a concordata da agremiação. Quem costurou o acordo foi Pere Guardiola, irmão mais novo de Pep e empresário de jogadores, que se tornou “assessor externo” dos alvirrubros – função que, na prática, o coloca como um ideólogo do projeto esportivo do Girona. A partir de então, a aproximação com os Citizens se concretizou e gerou reflexos diretos no elenco. Os ingleses começaram a emprestar jovens jogadores ao Girona, para que ganhassem experiência entre os profissionais. Foram dois em cada uma das duas últimas temporadas. Além disso, passaram a bancar algumas contratações aos espanhóis. Chave para o sucesso que culminou com o acesso.

Durante as últimas semanas, a imprensa espanhola noticiou até mesmo o interesse do Manchester City em se tornar coproprietário do Girona, com os outros 50% do clube ficando nas mãos de Pere Guardiola. Por enquanto, não há nenhum acerto neste sentido, mas a mera especulação demonstra o interesse crescente dos mancunianos nos pequeninos. A presença do “clube-satélite” na elite do Campeonato Espanhol poderia oferecer o laboratório ideal para que jovens promessas dos Citizens ganhem tarimba. Por outro lado, os alvirrubros se beneficiariam recebendo jogadores de qualidade, que podem auxiliar em sua permanência no primeiro nível.

Pelo segundo ano consecutivo, o Girona passou por pré-temporada no centro de treinamentos do Manchester City. O time de Pep Guardiola também visitará a Catalunha para um amistoso, já depois da primeira rodada da Premier League. Na partida, mais do que testar os seus jogadores, o treinador também poderá observar o desenvolvimento e o potencial daqueles que passarão os próximos meses com os alvirrubros. Assim, o planejamento transcende o mero grupo de atletas que permanecerão no Estádio Etihad nesta temporada.

Para os quatro anunciados pelo Girona nesta terça, o empréstimo será uma grande chance de mostrarem serviço e se aproximarem do retorno à equipe de Pep Guardiola. Grande revelação da Libertadores 2016, o atacante Marlos Moreno defendeu o Deportivo de La Coruña na última temporada, mas seu desempenho foi tímido. O volante Aleix García apareceu em alguns jogos no time principal do City, sem ganhar muita sequência. Já o lateral Pablo Maffeo retorna aos alvirrubros, após conquistar o acesso na última temporada, titular em boa parte do segundo turno.

Douglas Luiz, por sua vez, poderá se adaptar ao futebol europeu em um nível de exigência menor do que encontraria em Manchester. O meio-campista vinha de um momento excelente com o Vasco e, aos 19 anos, justificava a aposta do City em seu futebol. Até poderia ser utilizado no elenco de Pep Guardiola, mas muito provavelmente permaneceria como uma opção para os jogos de menor importância, diante da forte concorrência em seu setor. Na Espanha, certamente jogará. Pode manter a evolução e o ritmo de jogo, em um campeonato que cobra menos intensidade física e dá espaço para os meio-campistas jogarem. Um passo oportuno em sua afirmação. Nesta terça, Douglas Luiz e os outros novatos até estrearam pelo Girona. Empataram por 0 a 0 contra o Brighton & Hove Albion.

Apesar da ajuda do Manchester City e da possível venda, o Girona reafirma que sua identidade não corre riscos – como, por exemplo, a substituição do alvirrubro pelo azul celeste como cor principal. O clube empreende além dos empréstimos e vai montando um elenco com vários nomes conhecidos para a estreia em La Liga – em lista que inclui o goleiro Gorka Iraizoz, o lateral Carles Planas e o atacante Cristhian Stuani. Já o presidente Delfí Geli (ex-jogador de passagens marcantes por Alavés e Atlético de Madrid) promete uma série de investimentos estruturais, como a melhora do centro de treinamentos e o aumento da capacidade de seu estádio. Para uma agremiação pequena, de qualquer forma, o crescimento é mais vagaroso. Por isso o auxílio dos Citizens vem de tão bom grado.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo