Copa do Rei

Real Sociedad leva troféu da Copa do Rei para hospital e dedica conquista aos profissionais da saúde

Sem poder comemorar com a torcida, a Real organizou um ato simbólico para homenagear médicos e enfermeiros

A Real Sociedad não pôde comemorar a conquista da Copa do Rei com sua torcida. Até houve uma aglomeração na chegada dos jogadores a San Sebastián no domingo passado, apesar dos pedidos do clube, mas os txuri-urdin não fizeram nenhum ato público por questões sanitárias. No entanto, a Real realizou um ato para dedicar o título a pessoas essenciais neste momento: os profissionais de saúde. Nesta sexta, o troféu foi levado a um hospital donostiarra para homenagear aqueles que lutam contra a pandemia.

O evento contou com a participação de alguns jogadores da Real Sociedad, incluindo o capitão Asier Illarramendi e o ponta Mikel Oyarzabal, que anotou o gol do título. Também esteve presente o técnico Imanol Alguacil. Todos usavam máscaras e deram o troféu para médicos e enfermeiros erguerem. “Por todas as pessoas que lutam no dia a dia contra a pandemia. Esta Copa é de vocês”, escreveu o clube. O ato foi realizado em sigilo, para evitar aglomeração no local e não prejudicar os pacientes, durando cerca de 15 minutos.

“Foi um gesto muito emocionante. É muito bonito que eles se lembrem de nós, depois de um ano tão longo e tão duro”, afirmou Leire Rubio, enfermeira que recebeu o troféu, ao Diário Vasco. Já a diretora o hospital, Itziar Pérez, agradeceu também as palavras dedicadas por Alguacil e Oyarzabal aos profissionais de saúde já na saída de campo: “Estamos vivendo momentos duros agora, com o aumento de casos, e creio que precisamos de um pequeno esforço para superar essa onda e poder ir ao campo para vê-los jogar, bem como para comemorar esse triunfo como se deve e fez falta”. Em momentos de esforços prolongados dos profissionais da saúde, um reconhecimento como este certamente oferece um alento.

O ato é ainda mais emblemático pelas circunstâncias da decisão contra o Athletic Bilbao, que foi adiada em quase um ano e mesmo assim não pôde abrir as arquibancadas ao público. A Real Sociedad realiza um gesto nobre e coloca em primeiro plano aquilo que ainda é o mais importante: o combate à pandemia. “Neste ano tão duro para todos, os únicos protagonistas são eles, os que estão lutando na linha de frente. Esperamos que tudo melhore. Estou seguro que vão seguir fazendo o possível para que a pandemia termine, mas também nós temos que fazer nossa parte”, finalizou o capitão Illarramendi.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo