Copa do Rei

Betis x Sevilla será retomado neste domingo sem público após torcida atirar barra de ferro em campo

Clássico pela Copa do Rei foi interrompido depois de barra de ferro ser atirada pela torcida do Betis; jogo será retomado sem público neste domingo

O jogo interrompido entre Betis e Sevilla deste sábado será retomado neste domingo, mas sem a presença de público. A partida foi interrompida depois de torcedores do Betis atirarem uma barra de ferro em campo, que acertou o meio-campista Joan Jordan, do Sevilla, que precisou ser levado ao hospital. O jogo tinha 39 minutos quando foi interrompido e estava 1 a 1.

VEJA TAMBÉM: Tecatito Corona é mais um talento que chega para aumentar a capacidade competitiva do Sevilla

O incidente aconteceu logo depois do gol de empate do Betis, aos 39 minutos, que igualou o placar em 1 a 1. Nabil Fekir marcou o gol do time da casa. Antes, Papu Gómez tinha feito o gol do Sevilla. Na comemoração, torcedores doo Betis, do outro lado do campo, atiraram uma barra de ferro que acertou Joan Jordan.

 Jordan recebeu atendimento em campo e conseguiu sair de campo andando. O Sevilla confirmou que o jogador foi levado ao hospital na noite passada e os médicos constataram “lesão cerebral traumática”. Jordan está em casa, sob observação por ao menos 24 horas para verificar a presença de outros sintomas.

“O Sevilla gostaria de transmitir todo seu carinho a Joan Jordan que, felizmente, e isso sem dúvida é a única coisa importante, está em casa após ser acertados por um objeto atirado das arquibancadas durante o dérbi”, diz nota do Sevilla. “Joan deixou o estádio Benito Villamarín confuso e foi levado ao hospital, onde foi examinado e fez uma série de exames pedidos pelo protocolo por causa da concussão. O diagnóstico final é trauma cranioencefálico e o jogador será mantido em casa em observação até que um período mínimo de 24 horas passe sem nenhum sintoma alarmante”.

“O Sevilla condena o ato violento sofrido por Joan Jordan, um ato inaceitável em um mundo do esporte comprometido por um individuo que, é claro, não representa os torcedores do Betis ou o modo de viver o futebol na nossa cidade. Da mesma forma, o clube exige o máximo respeito por Joan Jordan, um verdadeiro profissional e exemplo de pessoa que sofreu um ataque terrível”, continua a nota do clube.

O árbitro da partida, Ricardo Burgos Bengoetxea, entregou o objeto aos oficiais presentes no estádio e, depois de conversar com os dois técnicos, Manuel Pellegrini e Julen Lopetegui, decidiu suspender o jogo. Os jogadores do Sevilla desceram ao vestiário, mas os do Betis continuaram em campo. Quase uma hora depois do incidente, a Federação Espanhola (RFEF) anunciou que o jogo seria suspenso, sem mais detalhes.

Apesar do jogo ter sido remarcado para este domingo, o Sevilla ainda tenta impedir que o jogo aconteça por se considerar prejudicado no caso, já que terá que voltar a campo sem Joan Jordan, atingido pelo objetivo atirado das arquibancadas. A decisão de jogar com portas fechadas foi tomada nesta madrugada. Apesar das reclamações do Sevilla, o jogo deve ser retomado às 16h no horário local (12h, no horário de Brasília)

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo