Champions LeagueEspanhaEuropaFrança

PSG vence, mas dá bobeira ao permitir reação do Valencia

O Paris Saint-Germain tinha tudo para voltar satisfeito à França, após o primeiro confronto com o Valencia pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. Vencia os espanhóis por dois gols de diferença dentro do Mestalla, em uma atuação consistente. Os minutos finais do jogo, contudo, fizeram as pretensões dos parisienses ruírem. Mesmo não evitando a derrota por 2 a 1, os Ches ressuscitaram com um tento aos 45 do segundo tempo, além de assistirem à tola expulsão de Ibrahimovic nos acréscimos. A volta acontece no dia 6 de março, em Paris.

O primeiro tempo foi uma antítese entre a eficiência do PSG e inoperância do Valencia. Os Ches mantiveram a posse de bola durante todo o tempo, sem aproveitar. Mesmo pressionando com os laterais, os espanhóis não conseguiam infiltrar a área adversária e Ever Banega demonstrava pouca criatividade na armação. Tanto é que Roberto Soldado mal pegava na bola, isolado demais entre os defensores rivais.

Do outro lado, o Paris Saint-Germain se fechava bem com duas linhas de quatro jogadores e era mortal nos contragolpes. Aos nove minutos, Lucas carimbou a trave, enquanto Ezequiel Lavezzi abriu o placar na sequência, em arrancada diagonal. O meia brasileiro era a principal válvula de escape dos parisienses, criando os lances de maior perigo. E, aos 43, foi fundamental para o segundo gol, fazendo a jogada para Javier Pastore marcar.

Sem aprovar a postura de seu time, Ernesto Valverde gastou duas alterações na volta do intervalo, mandando para campo Sergio Canales e Nelson Haedo Valdez. E, logo nos primeiros minutos, Carlo Ancelotti optou por dar mais presença física ao seu meio de campo ao colocar Clément Chantôme no lugar de Lucas.

O Valencia melhorou com as mudanças, apostando principalmente nas bolas alçadas à área. Enquanto isso, o PSG perdeu força nos contra-ataques, mas continuava com as melhores oportunidades para marcar. Vicente Guaita fez ao menos três boas intervenções, em jogadas de Lavezzi e Zlatan Ibrahimovic dentro da área.

Nos minutos finais, o Valencia intensificou a pressão, na tentativa de ao menos deixar o confronto aberto para o jogo de volta. Valdez desperdiçou ótima chance dentro da área, enquanto Salvatore Sirigu fez grande defesa em chute forte de Tino Costa. Aos 45, no entanto, o gol foi inevitável, em mais uma bola levantada que desta vez Adil Rami aproveitou. E, nos acréscimos, os anfitriões tiveram mais um motivo para sorrir, com a expulsão de Ibrahimovic.

Formações iniciais

PSG x Valencia Mestalla

Destaque do jogo

Lucas. O brasileiro não sentiu nem um pouco sua estreia na Liga dos Campeões. Enquanto esteve em campo, foi o jogador mais incisivo do PSG, finalizando três vezes – uma na trave, uma defendida e uma para fora. Comandou os contra-ataques da equipe e fez excelente jogada para servir assistência a Pastore. Além disso, se empenhou na marcação ao fechar os espaços de Guardado, somando dois desarmes.

Momento-chave

A expulsão de Ibrahimovic. O lance não teve influência direta no placar do jogo desta quarta, mas deverá pesar bastante no conjunto dos confrontos. O sueco foi nulo no Mestalla e, para piorar, recebeu o vermelho por uma entrada infantil em Guardado. Pior para o PSG, que perde seu principal jogador para a volta, no Parc des Princes.

Os gols

10’/1T – GOL DO PARIS SAINT-GERMAIN! Lavezzi avança em diagonal e tabela com Pastore. O atacante dribla Ricardo Costa e chuta à queima-roupa, sem chances para Guaita.

43’/1T – GOL DO PARIS SAINT-GERMAIN! Lucas faz grande jogada na linha de fundo, deixando Guardado no chão. O brasileiro rola para Pastore dentro da área e o argentino não perdoa.

44’/2T – GOL DO VALENCIA! Cobrança de falta de Tino Costa na intermediária. O meio-campista joga a bola para a área e Rami aparece nas costas da defesa para escorar.

Curiosidade

O Paris Saint-Germain é o primeiro clube francês a vencer o Valencia na Liga dos Campeões dentro do Mestalla. Os espanhóis somavam seis vitórias em seis partidas contra clubes do país vizinho na competição.

Ficha técnica

VALENCIA 1×2 PARIS SAINT-GERMAIN

 Valencia_escudo Valencia
Vicente Guaita, João Pereira, Ricardo Costa, Adil Rami e Andrés Guardado; Tino Costa e Dani Parejo; Sofiane Feghouli (Jonathan Viera, 39’/2T), Ever Banega (Sergio Canales, no intervalo) e Jonas (Nelson Haedo Valdez, no intervalo); Roberto Soldado. Técnico: Ernesto Valverde.
 Paris Saint-Germain_escudo Paris Saint-Germain
Salvatore Sirigu, Christophe Jallet, Alex, Mamadou Sakho e Maxwell; Blaise Matuidi, Marco Verratti, Lucas (Clément Chantôme, 8’/2T) e Javier Pastore (Sylvain Armand, 43’/2T); Ezequiel Lavezzi (Jérémy Menez, 31’/2T) e Zlatan Ibrahimovic. Técnico: Carlo Ancelotti.
Local: Estádio Mestalla, em Valencia (ESP)
Árbitro: Paolo Tagliavento (ITA)
Gols: Ezequiel Lavezzi, 10’/1T; Ezequiel Lavezzi, 43’/1T; Adil Rami, aos 45’/2T
Cartões amarelos: João Pereira (Valencia), Marco Verratti (Paris Saint-Germain)
Cartões vermelhos: Zlatan Ibrahimovic

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo