Espanha

Barcelona vende 24,5% da Barça Studios à Socios.com, e Laporta acredita ser suficiente para registrar os reforços

O Barcelona está prestes a acionar a terceira alavanca que aliviará as suas contas e permitirá a inscrição dos novos jogadores que contratou

O Barcelona anunciou nesta segunda-feira a venda de 24,5% da Barça Studios, a sua produtora própria de conteúdo audiovisual, para a empresa Socios.com, por € 100 milhões, a terceira alavanca financeira que, segundo o seu presidente Joan Laporta, permitirá que o clube catalão inscreva os cinco reforços que contratou até agora, além das renovações de Sergi Roberto e Ousmane Dembélé, de acordo com o Fair Play Financeiro de La Liga.

O acordo foi anunciado paralelamente com a apresentação oficial de Jules Koundé, zagueiro que o Barça interceptou do Chelsea e o quinto reforço desta janela, após Franck Kessié, Andreas Christensen, Raphinha e Robert Lewandowski. No entanto, para registrá-los no sistema do Campeonato Espanhol, o clube precisava aumentar as suas receitas ou diminuir drasticamente os seus gastos porque, de acordo com as regras, estava com um teto salarial negativo de € 144 milhões.

Isso significava que precisaria cobrir esse valor além da folha salarial da próxima temporada para poder gastar livremente. Enquanto estivesse no negativo, poderia investir em uma proporção de 3 para 1 – um euro a cada três economizados. Focado em operações financeiras para gerar receitas extraordinárias, cada venda tem sido considerada como uma alavanca que alivia a situação do Barcelona. A negociação da Barça Studios é a terceira, após duas vendas separadas de 10% e 15% dos direitos de televisão dos próximos 10 anos para a Sixth Street, uma empresa de investimentos dos EUA.

Laporta afirmou que a venda da participação da Barça Studios é para “acelerar o crescimento da estratégia audiovisual e de blockchain, NFT e Web.3 do clube”, mas acrescentou que “cumprimos os deveres e portanto podemos inscrever os jogadores sem problemas”. O dirigente ainda tem permissão dos seus sócios para negociar mais 24,5% da Barça Studios e 49,9% da BLM – responsável pelo marketing e o licenciamento do clube catalão – se quiser reforçar o cofre.

A Socios.com é a empresa responsável pelos Fan Tokens, que chegaram ao futebol brasileiro nos últimos anos e estão bem difundidos no futebol europeu. Ela também foi patrocinadora de camisa principal da Internazionale e tinha acordos anteriores com o Barcelona, que durante todo esse processo também vendeu os naming rights do Camp Nou ao Spotify, como parte de um acordo mais amplo de patrocínio.

Laporta disse que o Barcelona agora está focado em registrar os jogadores que contratou e resolver o futuro de jogadores que não estão nos planos, como Martin Braithwaite, Samuel Umtiti, Neto, e a tentativa de vender Frenkie de Jong – que caso bem sucedida pode levar à contratação de Bernardo Silva como reposição. O dirigente disse que depois “veremos o que podemos fazer, acrescentando que Xavi quer mais reforços. Os laterais veteranos do Chelsea, César Azpilicueta e Marcos Alonso, estão na mira.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo