Espanha

Barcelona vai ao mercado em busca de novo Gavi; destaque do Valencia vira alvo

Prioridade do clube catalão neste momento é reforçar o setor de meio campo

O Barcelona tem como prioridade trazer peças para reforçar o meio-campo na próxima janela de transferências. Nomes como Pepelu do Valencia, Guido Rodriguez do Betis, e até Joshua Kimmich do Bayern de Munique, foram especulados.

Sem muito recurso para investir, o clube catalão olha para o mercado da La Liga em busca de nomes para o setor de criação do time. Segundo informações do Marca, a diretoria do Barça quer trazer um jogador que seja próximo das características de Gavi.

Logo, um jogador com disposição para marcar e jogar no campo ofensivo ao mesmo tempo. Inicialmente, Hansi Flick, novo técnico do Barcelona, aspira montar sua equipe com dois volantes à frente da área.

Seja no 4-2-3-1, ou mesmo no 4-2-1-3, o elenco atual não conta com atletas o suficiente para se adaptar a estes esquemas. Gavi permanece lesionado, Oriol Romeu não sabe se fica na Catalunha, e os únicos meias centrais disponíveis são Frenkie de Jong e Christensen, que joga improvisado eventualmente.

Portanto, outro nome que ganhou força nos bastidores do Camp Nou foi o de Javi Guerra, companheiro de Pepelu no Valencia.

Em 36 jogos disputados, o jogador marcou quatro gols, recuperou a bola em 177 oportunidades e criou 13 oportunidades.

O Barcelona acompanha Javi Guerra há um tempo, e se encaixa perfeitamente no perfil de jogador que o clube busca para a próxima janela de transferências. Avaliado entre 20 e 25 milhões de euros, o Napoli da Itália também sonda de perto a situação do atleta.

Argentino segue como plano B para o meio-campo do Barcelona

A cada nova especulação de contratação surge o mesmo questionamento: quem o Barcelona venderá para contratar outro atleta?

Com pouco mais de 200 milhões de euros para gastar na janela deste meio de ano, não há outra alternativa ao time Blaugrana se não arrefecer seus cofres antes de pensar em uma nova aquisição.

Caso não consiga dar andamento na negociação com Javi Guerra, Guido Rodríguez, que se destacou no Betis nesta temporada, será o plano alternativo para reforçar o setor criativo do clube.

Guido é um jogador com ótima saída de bola, e seria uma espécie de motor do time catalão. Autor de dois gols e uma assistência na temporada, o futebol do meia chamou a atenção de outros clubes do futebol europeu.

Avaliado em 24 milhões de euros, cabe ao Barcelona conseguir angariar algum recurso para evitar a quebra do Fair Play Financeiro, e enfim, conseguir trazer quem deseja para reforçar a equipe.

Ausência de Gavi causa contratempo aos catalães

A pressa na busca por um novo jogador para o meio-campo tem uma justificativa. Gavi, um dos principais nomes do elenco do Barcelona, se lesionou em novembro, e ficará até meados de agosto em recuperação.

Portanto, é importante ao time catalão encontrar uma peça que dê a dinâmica necessária ao setor de criação da equipe, tão criticado durante esta temporada.

Flick gosta de montar equipes que saibam sufocar seus adversários, e o controle da bola é um de seus pilares na formação de uma equipe competitiva.

Resta saber se a diretoria do Barcelona terá tempo suficiente para se organizar, e conseguir trazer alguém de qualidade antes do início da próxima temporada.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Esse é Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia e da Trivela. Jornalista especializado em Marketing digital é também narrador do Portal Futebol Interior e da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo