Espanha

Ancelotti: “Comparo Modric com Maldini. São lendas do futebol”

Técnico do Real Madrid acredita que Modric, de 36 anos, terminará a carreira no clube, com o qual tem contrato só até o fim da temporada

A espetacular classificação do Real Madrid sobre o Chelsea na Champions League na última terça-feira, em uma derrota por 3 a 2 que teve gosto de vitória, teve uma grande atuação de Luka Modric. Aos 36 anos, ele segue brilhando e já se especulada sobre o seu futuro, já que ele só tem contrato até o fim da temporada e se fala em um possível interesse da Juventus.

“Acho que ele vai terminar a carreira aqui, não sei quando, mas é ideia de todos. Não há problema para o clube ou para ele renovar, isso está bem claro. Ele cuida muito bem de si mesmo, na sua carreira não teve nenhuma lesão grave e isso ajuda-o muito”, afirmou o treinador do Real Madrid ao falar sobre o meia croata. Ele tem contrato só até o final da temporada e, aos 36 anos – completará 37 em setembro – tem o futuro incerto.

O exemplo que Ancelotti usa para argumentar pela permanência de Modric é a sua similaridade com outro jogador que atuou em altíssimo nível mesmo depois dos 35 anos. “Tive uma lenda do futebol, [Paolo] Maldini, que ganhou a última Champions aos 40 anos. Se tiver que compará-lo com um, seria com ele: pela qualidade, pela seriedade, pela forma como entende o futebol”, afirmou o técnico, que jogou com Maldini e depois o dirigiu, já veterano, como técnico no Milan. Atualmente, Maldini é diretor no Milan.

O Real Madrid entra em campo neste domingo pelo Campeonato Espanhol em um confronto difícil contra o Sevilla. Confira onde assistir ao jogo na Programação de TV da Trivela.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo