Espanha

‘Acham que somos todos idiotas’: Simeone esbraveja contra VAR (e Real Madrid, né?) na Espanha

Em meio à polêmica do vazamento do áudio do VAR em LaLiga, Diego Simeone está mais preocupado com a ação da arbitragem no Atlético de Madrid

Os problemas com a arbitragem não são uma exclusividade do futebol brasileiro. Isso porque a Espanha atravessa bons bocados com os árbitros. Após a vitória polêmica do Real Madrid sobre o Almería na última rodada de LaLiga, um áudio do VAR foi vazado e aumentou ainda mais o drama no país. E até mesmo Diego Simeone, do Atlético de Madrid, se envolveu nesse assunto.

Em coletiva, Cholo esbravejou contra o VAR na Espanha. Isso porque a Comissão Técnica de Árbitros (CTA) do país abriu uma investigação interna para descobrir quem vazou o áudio da partida entre Merengues e Idálicos, o que deixou os árbitros preocupados por se sentirem vulneráveis caso apresentem erros durante os jogos. Entretanto, o treinador dos Colchoneros acredita que o foco não deve ser esse.

Para o argentino, o temor devia ser sobre o conteúdo vazada nos áudios. Em coletiva no Atlético de Madrid, Simeone reconheceu que a arbitragem espanhola está sob os holofotes, o que causa uma tensão natural. Por outro lado, o técnico dos Rojiblancos reforça que as decisões dos árbitros e do VAR precisam ser contestadas posteriormente caso exista uma falha que interfira diretamente no resultado dos jogos:

“Os árbitros estão passando por um momento de muita pressão, com certeza. O VAR os melhora, mas ao mesmo tempo os expõe, é a realidade. Aí podemos discutir se estão bem nos áudios. A questão não é que eles os filtrem, mas o que acontece neles. Eles acham que somos todos idiotas e isso nos irrita”.

Entenda a reclamação de Diego Simeone sobre os árbitros na Espanha

A reclamação de Simeone faz referência a tudo o que aconteceu na 21ª rodada de LaLiga entre Real Madrid x Almería, no último domingo (21), no Santiago Bernabéu, que terminou com vitória dos donos da casa por 3 x 2. No jogo, o árbitro de vídeo foi acionado em três momentos chaves, incluindo a anulação de um gol dos Indálicos, um pênalti validado para o Real Madrid (que culminou em um gol), além do mais polêmico.

A gota d'água para o Almería foi o gol marcado por Vinicius Jr, que teria sido com o braço. Contudo, as imagens se mostraram inconclusivas. Dependendo do ângulo, parecia que o atacante do Real Madrid tocava a bola com o ombro, em outras imagens, com a mão. Fato é que o árbitro de campo, Francisco Hernández Maeso, e o responsável pelo VAR, Hernández Hernández, não anularam o lance.

Por conta disso, os Indálicos reclamaram de “roubo” da arbitragem após o apito final. Até mesmo o Barcelona se envolveu na polêmica ao levantar suspeitas sobre um possível favorecimento para os Merengues na Espanha. Só que, antes da declaração do técnico do Atlético de Madrid, um áudio sobre outro lance foi revelado pelo perfil Jijantes no X (antigo Twitter).

No vazamento, uma conversa entre Maeso e Hernández falava sobre uma possível agressão de Vini Jr a Pozo. Na jogada, o brasileiro do Real Madrid acabou acertando o rosto do lateral-direito do Almería durante uma disputa pela bola. Os jogadores dos Indálicos ficaram furiosos, pois entendiam que o lance era para expulsão, porém, a arbitragem considerou tudo normal e não mandou o atacante dos Merengues para os chuveiros mais cedo.

Em meio a todo esse cenário, Diego Simeone não quis entrar na rixa entre Real Madrid x Barcelona sobre qualquer tipo de conspiração envolvendo os árbitros na Espanha. Na verdade, o treinador dos Colchoneros pediu que os clubes se unam para tentar não atrapalhar a arbitragem, que está sujeita a erros, principalmente quando é confrontada pelos técnicos e jogadores:

“O que todos precisamos é da tranquilidade de que as coisas são naturais. Todos podemos errar, ninguém é perfeito, nem com a possibilidade do VAR. Os árbitros estão em colapso. Acho que é um momento muito complicado para eles. Eu acho que a única maneira de melhorarmos, no nosso papel de treinadores e jogadores, é ficar quieto, correr e deixá-los arbitrar. E jogar, é a única coisa que podemos fazer”, finalizou Simeone.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo