Eliminatórias da Copa

Bale: “Estou muito feliz por irmos para uma Copa do Mundo. Significa tudo, é do que os sonhos são feitos”

Capitão e craque de Gales, Bale estava emocionado depois do jogo e disse que este é o maior resultado de Gales em sua história

Um dos grandes ídolos da história do futebol de Gales, Gareth Bale, estava exultante com a classificação do seu país para a Copa do Mundo, pela primeira vez em 64 anos. A vitória por 1 a 0 sobre a Ucrânia neste domingo, em Cardiff, selou a classificação dos galeses, que não jogam a Copa desde 1958. Contamos como foi aquela campanha histórica de Gales na Suécia.

Gareth Bale é o principal nome do time galês, mas vive um momento ruim em clubes, quase sem jogar na temporada pelo Real Madrid – clube do qual se despediu no último dia 1º de junho. Na temporada 2021/22, o jogador fez apenas sete partidas, com 290 minutos no total, média de pouco mais de 41 minutos por partida. Seu último jogo por clubes foi no dia 4 de abril, quando jogou 16 minutos contra o Getafe, por La Liga.

Logo depois do jogo, Bale falou sobre a conquista. “É o maior resultado na história do futebol galês. Vamos para a Copa do Mundo!”, disse Bale à Sky Sports, logo depois do jogo. “Palavras não podem descrever como me sinto no momento”.

O jogador foi perguntado se a classificação adiaria potenciais planos de aposentadoria. Ele riu e brincou dizendo “por um pouco”. “Estou muito feliz por irmos para uma Copa do Mundo. Significa tudo, é do que os sonhos são feitos. Estou sem palavras. Estou muito feliz por termos feito isso para esses torcedores incríveis”.

Bale foi substituído aos 38 minutos do segundo tempo, por Harry Wilson. Ele disse que não tinha mais com o que contribuir quando saiu de campo. “Foi difícil. Eu não tinha jogado muito futebol nessas últimas três ou quatro semanas por causa de uma lesão nas minhas costas, mas o mais importante foi avançar. Eu dei tudo de mim. Estava correndo no vazio, mas temos bons jogadores no banco para fazer um bom trabalho”.

“É para isso que trabalhamos todas as nossas carreiras e fazer isso pelos torcedores, pela nação, por nós mesmos e nossas famílias é uma conquista incrível, e será algo do qual nos orgulharemos para sempre”, disse Bale após o jogo, na noite de domingo em Cardiff. “Isso significa tudo. É a última peça do quebra-cabeça que todos queríamos e vamos comemorar esta noite”.

O técnico de Gales comemorou muito a classificação para a Copa. “Estou muito orgulhoso desses rapazes, eles mereceram totalmente. A única coisa que faltava a esses rapazes era uma Copa do Mundo e agora eles chegaram lá. Esses são os melhores torcedores do mundo do futebol, eles nos ajudaram desde o primeiro minuto”, afirmou Robert Page.

“Quando você vê o que esses caras fazem nos treinamentos, eu tinha confiança total neles. Gary Speed começou este trabalhado 12 ou 13 anos atrás e gostaria de dedicar a ele. Ele começou esta cultura. Houve uma diferença, uma mudança no ambiente”, continuou o treinador de Gales. “Chris Coleman levou a outro patamar e nós herdamos isso. Estamos muito confiantes nos jogos. Não temos esperança de nos classificarmos para a Eurocopa e para a Copa do Mundo, nós acreditamos que podemos fazer isso”.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo