Copa do Mundo

Coreia e Japão, 15 anos: Wilmots fez um golaço de bicicleta na estreia da Bélgica

A Bélgica fez uma boa Copa do Mundo na Coreia do Sul e no Japão. Passou invicta pela fase de grupos e perdeu nas oitavas de final para o Brasil, por 2 a 0, com uma anulação controversa de um gol de Marc Wilmots e com Rivaldo ampliando apenas aos 43 minutos do segundo tempo. A primeira partida daquela campanha foi há exatos 15 anos, contra o Japão, e esse mesmo Wilmots marcou um golaço de bicicleta para abrir o placar do empate por 2 a 2.

LEIA MAIS: Coreia e Japão, 15 anos: Brasil estreia vencendo a Turquia – com uma mãozinha do árbitro

Wilmots abriu o placar, aos 12 minutos do segundo tempo, com uma bicicleta de dentro da área que venceu o goleiro Seigo Narazaki. Suzuki empatou, dois minutos depois, e Inamoto conseguiu a virada para o Japão. Aos 30, Van Der Heyden fechou o placar do primeiro empate da Bélgica na Copa do Mundo – terminaria tudo igual também contra a Tunísia e bateria a Rússia por 3 a 2.

Aliás, Wilmots, aos 33 anos, no fim da penúltima temporada de sua carreira, fez um bom Mundial: marcou nos três jogos da fase de grupos e acrescentaria um quarto gol para a sua contagem contra o Brasil, não fosse o apito do árbitro Peter Prendergast, da Jamaica.

Doze anos depois, voltaria à Copa do Mundo dirigindo a seleção belga. Conseguiu chegar às quartas de final, segundo melhor resultado da Bélgica na história dos Mundiais, atrás apenas do quarto lugar de 1986, mas foi criticado porque seu time atuou abaixo do que pode apresentar e acabou demitido depois de outra campanha decepcionante na Eurocopa.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo