Copa do Mundo

Antes do sorteio da Copa de 1998, a Fifa organizou um Europa x Resto do Mundo recheado de craques

Com Ronaldo e Batistuta no ataque, o Resto do Mundo goleou por 5 a 2 a Europa capitaneada por Zidane

Texto publicado originalmente em dezembro de 2017 e atualizado

O sorteio mais legal da história das Copas do Mundo aconteceu em 1998. E não tem nada a ver com o chaveamento, com a maneira como revelaram as bolinhas ou mesmo com os shows que encheram linguiça durante a noite. O ápice aconteceu horas antes do evento oficial. Em uma época na qual os jogos com a ‘Seleção do Mundo’ ainda estavam em voga, a Fifa caprichou ao realizar um amistoso de luxo no Estádio Vélodrome. Pegou um jogador de cada um dos 32 países classificados ao Mundial e montou dois times: Europa x Resto do Mundo. O que mais parece coisa do Winning Eleven 4 aconteceu de verdade, em duelo memorável.

A Europa, reforçada pelo Irã para completar 16 jogadores, tinha a sua constelação: Zinedine Zidane, Andreas Köpke, Fernando Hierro, Paul Ince, Patrick Kluivert, Alen Boksic e outros nomes emblemáticos. Mas nada se comparava ao que encaravam na linha de frente do Resto do Mundo. Gabriel Batistuta e Ronaldo estavam prontos para destruir, muito bem acompanhados por Jacques Songo’o, Hong Myung-Bo, Noureddine Naybet, Hidetoshi Nakata e Nwankwo Kanu. Marselha tinha a honra de receber tamanha dose de talento.

Quando a bola rolou, o Resto do Mundo tratou de pulverizar seus adversários. Batistuta atuou como homem de referência, enquanto Ronaldo se encarregava mais da armação. Vivendo o seu auge físico, o Fenômeno demonstrou que também poderia ser monstruoso nesta outra função. O brasileiro vestiu a camisa 10 e participou de todos os gols no chocolate por 5 a 2, somando dois gols e três assistências. Batigol não ficou atrás, balançando as redes duas vezes, enquanto o baixinho colombiano Anthony de Ávila completou os números para o Resto do Mundo. Já pela Europa, Marius Lacatus e Zidane descontaram no Vélodrome.

Há quatro anos, contamos a história daquele jogo aqui na Trivela. E uma grande brincadeira feita com os leitores na caixa de comentários imaginava como seriam estas seleções. Pois bem: agora, já dá para brincar com quase todos os classificados para o Mundial do Catar. Assim, fica a sugestão para você imaginar como seria um amistoso de luxo nesses moldes em 2022 e sugerir os times nos comentários. Abaixo, para a inspirar, as escalações e o vídeo com os lances da partida.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo