ConcacafCopa do Mundo

Canadá supera a Jamaica e carimba vaga para a Copa de 2022 após 36 anos de ausência

Placar estava quase definido na etapa final, mas os canadenses aceleraram nos minutos finais

Não espere mais, torcedor, o Canadá está novamente em uma Copa do Mundo. Ausente desde 1986, quando apenas passeou na fase de grupos no México, o time treinado por John Herdman fez campanha fantástica e antecipou em uma rodada o resultado que já era esperado. Em casa, na cidade de Toronto, o Canadá fez a sua parte e goleou a Jamaica por 4 a 0 neste domingo (27).

O futebol era outro bem diferente quando o Canadá esteve em um Mundial pela última vez. Ao lado de França, Hungria e União Soviética, a equipe canadense sucumbiu sem grande resistência e esperou muito tempo para poder mudar a impressão deixada no mundo do futebol. Quase 40 anos depois, um projeto ambicioso e baseado na confiança em Herdman, que treinava a seleção feminina do país: o treinador havia conquistado um título pan-americano e duas medalhas de bronze olímpicas em seu ciclo, mas era bastante otimista pensar que isso se refletiria tão cedo no plantel masculino.

O encaixe do time não dependeu das peças mais destacadas como Alphonso Davies, do Bayern, e Jonathan David, do Lille. Também cresceu com o entrosamento de Cyle Larin, do Besiktas, os veteranos Atiba Hutchinson e Junior Hoilett, além dos meias Jonathan Osorio e Stephen Eustáquio, dando muito poder de marcação e fluidez ofensiva aos planos de Herdman. Osorio, inclusive, é o cérebro, o pé por onde tudo passa na criação.

Com um perfil mais ofensivo e uma defesa sólida, o Canadá deslanchou no início das Eliminatórias da Concacaf e muito cedo esteve apontado como virtualmente classificado ao Catar. A vaga poderia ter sido definida na última semana, mas um tropeço contra a Costa Rica adiou a festa e ainda deu uma sobrevida aos Ticos na luta pelo terceiro posto.

Pouco importou: foi mais saboroso para a torcida comemorar a passagem em casa, no BMO Field, em Toronto. Foi Larin que abriu o placar, na primeira etapa, aos 13. Pouco antes do intervalo, Tajon Buchanan ampliou e praticamente sacramentou a vitória, uma vez que os jamaicanos pareciam não estar entendendo a dinâmica do confronto.

Facilmente atropelados, os visitantes viram um verdadeiro bombardeio. Das 20 finalizações canadenses, nove foram na meta de Andre Blake. Era questão de tempo, portanto, para que o Canadá confirmasse o resultado. Os donos da casa acharam outros dois gols com Hoilett e em um gol contra de Adrian Mariappa.

A Concacaf tem seu primeiro classificado para a Copa do Mundo no Canadá, mas pode ter mais gente festejando em breve. Ainda neste domingo, Estados Unidos e México podem carimbar a passagem para o Catar, a depender do resultado da partida entre Honduras e Costa Rica.

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é zagueiro ocasional, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo