Brasileirão Série B

Líder e embalado, Santos visita o Amazonas em duelo de estreantes na Série B

Enquanto o Santos briga pela liderança do campeonato, o Amazonas tenta escapar da zona de rebaixamento

Embalado pela liderança da Série B do Campeonato Brasileiro reassumida com a goleada por 4 a 1 sobre o Guarani, segunda-feira (6), na Vila Belmiro, o Santos volta a campo neste sábado (11), às 17 horas (horário de Brasília), para encarar o Amazonas, dono da 18ª posição na classificação, dentro da Arena da Amazônia, pela 4ª rodada. O duelo colocará frente a frente duas equipes novatas na competição.

Fundada em 2019, a Onça-Pintada chegou à Série B após conquistar o título da Série C do Brasileiro de 2023, enquanto o Peixe amargou o inédito rebaixamento na Série A do ano passado.

Apesar da participação indesejada, o Santos tem feito um início de campeonato praticamente perfeito se pensarmos pelo foco do retorno à elite do futebol nacional. Diferentemente do Amazonas, que já precisa ligar o alerta para não correr o risco de voltar à divisão anterior.

Como tem sido o início do Santos na Série B?

Nas três primeiras rodadas da competição, o Santos venceu todas as partidas, marcou oito gols e sofreu apenas um.

  • 1ª rodada – Santos 2×0 Paysandu – Vila Belmiro
  • 2ª rodada – Avaí 0x2 Santos – Ressacada
  • 3ª rodada – Santos 4×1 Guarani – Vila Belmiro

Como tem sido o início do Amazonas na Série B?

O Amazonas vive situação completamente oposta, se comparada ao adversário desta tarde. A equipe manauara ainda não venceu na Série B. São duas derrotas e um empate. Até o momento, dois gols marcados e seis sofridos.

  • 1ª rodada – Amazonas 2×3 Sport – Arena da Amazônia
  • 2ª rodada – CRB 0x0 Amazonas – Estádio Rei Pelé
  • 3ª rodada – Ponte Preta 3×0 Amazonas – Moisés Lucarelli

Liderança x Zona de rebaixamento

Diante desse desempenho inicial, o Santos iniciará o confronto em Manaus buscando a manutenção da sua invencibilidade para se tornar líder isolado do campeonato. Para isso, o Peixe precisa vencer a Onça-Pintada e torcer por um tropeço do Sport, em casa, contra o Brusque, também neste sábado (11), às 17 horas (horário de Brasília), na Ilha do Retiro.

Já o Amazonas, sonha em colocar fim no mau momento com uma vitória sobre o time a ser batido e, consequentemente, deixar a zona de rebaixamento. Neste caso, a equipe do técnico Adilson Batista precisa vencer os comandados de Fábio Carille e torcer por tropeços de Avaí, Paysandu, CRB, Ceará ou Botafogo-SP.

Para alcançar esse objetivo, os donos da casa poderão contar com o centroavante Jô, que foi preso no início da semana por falta de pagamento de pensão alimentícia, em Campinas, antes do jogo contra a Ponte Preta. Após resolver a questão de Justiça, o atleta foi reintegrado e deve começar o duelo no banco de reservas.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna.
Botão Voltar ao topo